Clube do Português

Língua portuguesa para produtores de conteúdo

Search results: "crase" (page 1 of 3)

Crase: 5 vídeos para acabar de vez com suas dúvidas

vídeos sobre a crase

Acaba com suas dúvidas sobre a crase

A crase é o encontro entre letras iguais.  O uso dela é um dos principais pontos de dúvida na hora de produzir conteúdos. Por isso, reunimos nesse artigo 5 vídeos essenciais para você entender de vez como utilizar esse instrumento. Vamos lá!

PAUSA: Antes de assistir aos vídeos, vale a pena você ler o artigo que fizemos para explicar a diferença entre crase e acento grave. Leia e volte aqui! Você terá um entendimento muito mais completo.

3 casos em que NÃO há crase

Tão importante quanto saber quando utilizar crase é saber quando não a utilizar.

LEIA TAMBÉM: Antes de hora se usa crase?

Crase facultativa: 3 casos

Há casos em que você pode escolher se vai ou não utilizar a crase. Perceba porém que essa decisão deve evitar a ambiguidade ou os ruídos de comunicação.

VEJA MAIS: Como funciona a crase antes de pronomes indefinidos.

Continue reading

Compartilhe este texto:

CRASE: à distância x a distância

Veja como utilizar crase antes de distância

Quando utilizar a crase?

A distância ou à distância? Usa-se ou não a crase? A resposta é: depende.  Este texto vai detalhar quando utilizar e quando não utilizar. Tudo depende se estamos falando de algo específico ou genérico.

A distância

Quando nos referimos a uma distância indeterminada ou genérica, não usamos a crase.

ex¹: O guarda estava a distância da cena do crime.

ex²: A moça estava a distância da casa.

Continue reading

Compartilhe este texto:

Crase antes de aquele e aquela

Pronome e preposição

Veja quando utilizar a crase antes de pronomes demonstrativos.

A crase é um tema muito recorrente na língua portuguesa e que gera muitas dúvidas.  Neste texto, vamos tratar de um caso especial, que é a crase com os pronomes aquele e aquela. Só lembrando que já tratamos de outros 6 casos em que usamos o acento grave. Dito isso, vamos lá!

O que é mesmo a crase?

Antes de avançarmos, vale lembar que crase é o encontro de letras iguais, no caso entre as letras “a”.

À = A + A

Àquele = A + Aquele

Como identificar se há ou não crase?

Continue reading

Compartilhe este texto:

6 dicas sobre a CRASE

CRASE DICAS 6

Um dos temas que mais despertam dúvidas no estudo da língua portuguesa é o uso da crase. Por isso, reuni aqui tudo que você precisa saber para utilizar bem esse sinal.

1) Crase x Acento grave

O primeiro ponto que você precisa saber é que crase e acento grave não são a mesma coisa.

Crase e acento grave são coisas diferentes

2) Crase facultativa

Há casos especiais em que a crase pode ou não ser utilizada.

Continue reading

Compartilhe este texto:

Sem crase antes de pronome indefinido

crase + indefinido

A crase é, via de regra, o encontro entre o artigo definido ‘a’ e preposição ‘a’.  Dessa forma, antes de pronomes indefinidos (algum, muitos, pouco, pouca, nenhum etc) NÃO há crase.

Ex1: Fui a algum restaurante em São Paulo.

Ex2: Não assisti a nenhuma partida da última rodada do campeonato brasileiro.

Veja mais:

O que é um pronome indefinido?

Inscreva-se para fazer parte do clube de português gratuitamente e receber dicas para te deixar afiado na língua
http://eepurl.com/b5exUr

Matricule-se agora no nosso curso “Português para produtores de conteúdo”   – http://onovomercado.com.br/cursos/portugues 

Compartilhe este texto:

Antes de hora usa crase?

Relógios

Uma dúvida recorrente é se devemos ou não utilizar a crase antes de hora.

Só se usa crase antes de hora, se você estiver falando de hora exata.

ex: Cheguei em São Paulo exatamente às três horas da manhã.

Continue reading

Compartilhe este texto:

[Livro] Decifrando a crase

O livro “Decifrando a crase”, do gramático Celso Luft, é uma das principais referências do Clube do Português no assunto.  O grande diferencial é que o método do autor não está baseado em macetes e decoreba, mas sim em raciocínio e intuição. Ele apresenta uma série de exemplos que tratam de dúvidas mais comuns. Além disso, ele traz, ao final uma série de exercícios com respostas comentadas.

Luft foi colunista de diversos meios de comunicação. Isso faz com que sua linguagem seja bem simples, direta e baseada nas questões do dia a dia. Esse livro nos ensina a pensar sobre o emprego do “a” craseado, o que boa parte dos manuais não faz.

Ficha técnica

Editora: Globo Livros

Nº de páginas: 97

Última edição: 2014

Sobre o autor

Celso Luft foi professor, gramático, linguista e dicionarista. Nasceu na cidade de Poço das Antas/RS em 1921 e faleceu na cidade de Porto Alegre em 1995. Era formado em Letras Clássicas e Vernáculas pela PUC-RS e fez curso de especialização em Portugal. Foi professor na UFRGS e na Faculdade Porto Alegrense de Ciências e Letras. Ele foi casado com a também escritora Lya Luft. Ele é autor de uma série de obras que se transformaram em referências nos ensinos fundamental e médio e também nos cursos de formação de linguista e gramáticos.

COMPRAR O LIVRO:

Walmart1

Travessa

SunmarinoShoptimeFNAC

 

Americanas

Livraria da Folha

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Veja mais dicas de livro – http://clubedoportugues.com.br/dica-de-livros/

Compartilhe este texto:

Crase: duas dicas úteis

Crase

Existe crase antes de verbo? E entre palavras iguais? Neste vídeo, tiro essas duas dúvidas para você nunca mais se confundir!

Inscreva-se para fazer parte do clube de português gratuitamente e receber dicas para te deixar afiado na línguahttp://eepurl.com/b5exUr

Veja mais no nosso canal do Youtubehttps://goo.gl/VhBR7o

Curta nossa página no Facebookhttps://www.facebook.com/portuguesdicas/

Compartilhe este texto:

Contei à sua mãe ou contei a sua mãe? – Crase antes de pronomes possessivos

 

Refiro-me à sua mãe ou a sua mãe?

Refiro-me à sua mãe ou a sua mãe?

Pergunta do leitor: Às vezes fico em dúvida sobre crase com preposição. “Contou o que houve a sua mãe”. Tem crase? Melhor colocar para sua mãe? O melhor é usar crase ou não usar quando houver seu, sua, minha?

Resposta:

A crase é facultativa antes dos pronomes possessivos (seu, sua, minha, tua etc). Contudo, ela contribui para evitar ambiguidade.

Veja o exemplo:

Continue reading

Compartilhe este texto:

Crase e acento grave são coisas diferentes

Crase-acento-grave

Muita gente pensa que que acento grave é sinônimo de crase. Porém, isso não está correto. Então, sem mais delongas, vamos desfazer essa confusão.

O que é crase?

Trata-se, segundo Celso Luft, do encontro e fusão de vogais idênticas. A palavra vem do grego krásis, que significa combinação, fusão, mistura. O acento grave é uma sinal gráfico que indica que há uma crase (encontro do artigo feminino “a” com a preposição “a” ou encontro da preposição “a” com os pronomes demonstrativos “aquele, aquela, aqueles e aquelas”).

Ex¹: Ele foi à festa ontem.

Ex²: Refiro-me àquela casa que fica perto da igreja matriz.

Contudo, o acento grave tem ainda outra função, que é a de índice de preposição. Nesse caso, o objetivo é evitar ambiguidade e conferir mais clareza às frases.

Ex: Expõe frutas a venda.

Nesse caso, pode-se criar a dúvida se estamos usando a frase “A venda expõe frutas” fora da ordem direta ou se queremos dizer que as frutas estão sendo vendidas. Dessa forma, usa-se o acento grave para acabar com a confusão e esclarecer se ali há uma preposição ou um artigo definido feminino .

OBSERVE:

a) Expõe frutas a venda. (a = artigo definido feminino);

b) Expõe frutas à venda. (a = preposição).

Perceba que nesse caso não há crase, pois não há encontro de vogais idênticas.

Inscreva-se para fazer parte do clube de português gratuitamente e receber dicas para te deixar afiado na língua
http://eepurl.com/b5exUr

Veja mais no nosso canal do Youtubehttps://goo.gl/VhBR7o

Envie suas dúvidashttp://clubedoportugues.com.br/tire-suas-duvidas-2

Compartilhe este texto:
« Older posts