Clube do Português

Língua portuguesa para produtores de conteúdo

Category: Concordância verbal e nominal (page 1 of 3)

Durma bem x Dorme bem – qual a forma correta?

Quando você for desejar uma boa noite de sono a alguém, deve dizer "(que você) DURMA BEM". Essa é a forma correta de conjugar o verbo "dormir" na terceira pessoa do singular do presente do subjuntivo. ✔ O presente do subjuntivo é usado para indicar ações no presente ou no futuro. Indica desejos, hipóteses e suposições. ✔ A forma "dorme", presente do indicativo, é usada para indicar ações que ocorrem no momento da fala, o que não é o caso. #DescriçãoDaImagem A imagem mostra dois leões-marinhos dormindo. #TextoDaImagem Durma bem ou dorme bem? #português #gramática #educação  #aprendizado #estudo #trabalho #empreendedorismo #concurso #concursopúblico #escola #faculdade #vestibular #enem #dicas #escrita #língua #linguagem #clubedoportuguês #correntedobem #boanoite #noite #durmabem

A post shared by Clube do Português (@clubedoportugues) on

A maneira correta é durma bem ou dorme bem? Neste artigo, vamos acabar com essa dúvida e explicar qual a conjugação correta do verbo. Vamos lá!

Presente do subjuntivo

Quando você for desejar uma boa noite de sono a alguém, deve dizer “(que você) DURMA BEM“. Essa é a forma correta de conjugar o verbo “dormir” na terceira pessoa do singular do presente do subjuntivo.

O presente do subjuntivo é usado para indicar ações no presente ou no futuro. Indica desejos, hipóteses e suposições.

ex: “Durma bem!”, disse à mãe ao filho.

A forma “dorme”, presente do indicativo, é usada para indicar ações que ocorrem no momento da fala, o que não é o caso.

ex¹: Ele dorme cedo todos os dias.

ex²: Mariana dorme muito nos finais de semana.

Continue reading

Compartilhe este texto:

Sinto saudade ou saudades?

Os autores  tradicionalistas aceitam apenas a forma SAUDADE. A justificativa para o uso da palavra no singular é que o substantivo é abstrato e, portanto, não enumerável. Ninguém conta "duas, três, quatro saudades". No entanto, por causa do uso frequente pelos falantes, muitos gramáticos passaram a aceitar a forma no plural. Além disso, eles argumentam que a palavra tem uma expansão semântica que pode, sim, torná-la contável. É possível ter saudade de vários momentos singulares da vida, por exemplo. ✔ Ex1: Sinto saudade do tempo em que os dias estavam mais frios. ✔ Ex2: Sinto saudades do tempo em que os dias estavam mais frios. ✔ #DescriçãoDaImagem A imagem mostra um cachorro lambendo o rosto de um homem. #TextoDaImagem Sinto saudade ou sinto saudades? #português #gramática #educação  #aprendizado #estudo #trabalho #empreendedorismo #concurso #concursopúblico #escola #faculdade #vestibular #enem #dicas #escrita #língua #linguagem #clubedoportuguês #correntedobem #saudade #saudades #boanoite

A post shared by Clube do Português (@clubedoportugues) on

A forma correta é “sinto saudade” ou “sinto saudades”? Neste artigo, vamos resolver essa dúvida qual a melhor maneira de usar a expressão. Vamos lá?

Plural x Singular

Os autores tradicionalistas aceitam apenas a forma SAUDADE. A justificativa para o uso da palavra no singular é que o substantivo é abstrato e, portanto, não enumerável.

Ninguém conta “duas, três, quatro saudades”. No entanto, por causa do uso frequente pelos falantes, muitos gramáticos passaram a aceitar a forma no plural.

Além disso, eles argumentam que a palavra tem uma expansão semântica que pode, sim, torná-la contável. É possível ter saudade de vários momentos singulares da vida, por exemplo.

ex¹: Sinto saudade do tempo em que os dias estavam mais frios.

ex²: Sinto saudades do tempo em que os dias estavam mais frios.

Gostou da dica? Então, vale a pena conferir o vídeo que fizemos explicando a diferença entre MAIS QUE e MAIS DO QUE:

***

Inscreva-se para fazer parte do clube de português gratuitamente e receber dicas para te deixar afiado na língua (link para um nova página do site) .

Matricule-se agora no nosso curso “Português para produtores de conteúdo” (link para um novo site).

Compartilhe este texto:

Compõe x Compõem – qual a diferença?

Qual a diferença entre compõe e compõem? As duas formas estão corretas, mas são utilizadas em momentos distintos. Neste artigo, vamos explicar melhor como usar esses verbos. Vamos lá!

Singular x Plural

O que diferencia essas duas formas verbais é que uma é utilizada no singular e a outra, no plural. Ambas são conjugações do verbo compor na terceira pessoa do presente do indicativo. Vejamos:

Eu componho;

Tu compões;

Ele compõe;

Nós compomos;

Vós compondes;

Eles compõem.

Pronto! Resolvemos a questão: compõe é a terceira pessoa do singular do presente do indicativo e compõem é a conjugação da terceira pessoa do plural.

Continue reading

Compartilhe este texto:

Plural de modéstia: o que é isso?

Você já ouviu uma pessoa dizer: “Nosso trabalho presa pela qualidade”? Apesar de se referir somente ao trabalho individual, ela usa o pronome nosso em vez de meu. Neste artigo, vamos explicar melhor por que isso acontece.

Modéstia

Essa substituição da primeira pessoa do singular pela primeira pessoa do plural é chamado de plural de modéstia ou plural majestático. Esse artifício surgiu ainda no século XVI, na época imperial de Portugal. Os imperadores lançavam mão desse instrumento para se aproximar do povo.

ex: Nossa corte é uma das mais respeitadas do mundo.

Os integrantes da igreja também usavam o plural de modéstia como um sinal de humildade e comunhão com o fiéis.

ex: Estamos  conduzindo essa missa em nome de Deus.

Continue reading

Compartilhe este texto:

O personagem x A personagem – qual a forma correta?

As duas formas são corretas. Antigamente, apenas a forma feminina era aceita. No entanto, com a evolução da língua, a regra se adaptou aos falantes e a palavra também pode ser usada no masculino. De acordo com Celso Cunha, "diz-se, indiferentemente, o personagem ou a personagem com referência ao protagonista homem ou mulher". Ex1: O soldado é o personagem principal da peça. Ex2: O soldado é a personagem principal da peça. Ex3: Ela interpreta uma personagem de destaque. Ex4: Ela interpreta um personagem de destaque #DescriçãoDaImagem A imagem mostra o ator de uma peça interagindo com a plateia. #TextoDaImagem A personagem ou o personagem? #português #gramática #educação  #aprendizado #estudo #trabalho #empreendedorismo #concurso #concursopúblico #escola #faculdade #vestibular #enem #escrita #língua #linguagem #dicas #clubedoportuguês #correntedobem #boanoite #personagem

A post shared by Clube do Português (@clubedoportugues) on

A forma correta é o personagem ou a personagem? O substantivo é masculino ou feminino? Neste artigo, vamos acabar de vez com essa dúvida. Vamos lá!

Masculino x Feminino

As duas formas são corretas. Antigamente, apenas a forma feminina era aceita. No entanto, com a evolução da língua, a regra se adaptou aos falantes e a palavra também pode ser usada no masculino.

Continue reading

Compartilhe este texto:

O que é conjugação perifrástica?

O que é conjugação perifrástica?

Perífrase é um recurso que consiste na troca de uma expressão mais curta por outra mais longa. Assim, uma conjugação perifrástica  é aquela que utiliza mais de um verbo para expressar a ideia.  Ela é formada por um verbo principal no infinitivo ou no gerúndio e um verbo auxiliar.

PAUSA: Se você não sabe o que é gerúndio e infinitivo, vale a pena ler primeiro o texto que fizemos sobre as formas nominais dos verbos. Você vai entender melhor este post aqui.

Verbos auxiliares

Os verbos auxilares mais utilizados nas conjugações perifrásticas são: começar, ter, ir, haver, dever, estar, continuar, acabar.

Continue reading

Compartilhe este texto:

Infinitivo e redes sociais – você está fazendo isso errado!

Saiba como utilizar o infinitivo corretamente

Cada meio tem suas peculiaridades e aceita algumas linguagens diferenciadas. É o caso, por exemplo, das redes sociais. Nelas é possível encontrar palavras e abreviações como vc, pq, qnd, phyna entre outros. Isso ocorre, porque esse  ambiente é marcado pela velocidade e pela irreverência. Porém, alguns casos extrapolam um pouco e acabam gerando problemas de entendimento. É o caso do uso dos verbos do infinitivo impessoal sem o R.

Quem nunca frases como:

“Quando você chega, não esqueça de tranca a porta”.

O correto seria: “Quando você chegar, não esqueça de trancar a porta”.

Continue reading

Compartilhe este texto:

Qual o plural de ar-condicionado?

Fizemos aqui um texto completo sobre o plural dos substantivos compostos, como ar-condicionado. Vale conferir antes de ler este post. 

Um ar-condicionado, dois…

Há palavras na língua portuguesa que geram muitas dúvidas na hora que precisamos colocá-las no plural. Um exemplo é ar-condicionado. Como faço se quero falar de mais de um? Vamos lá!

Palavras variáveis x palavras invariáveis

Para formarmos o plural, é preciso analisar as palavras que compõem o substantivo composto ar-condicionado.

  • Ar >>> substantivo;
  • Condicionado >>> adjetivo.

Quando ocorre o encontro de um substantivo e de um adjetivo, ambos devem ir para o plural.

ENTÃO:  Ar-condicionado >>> Ares-condicionados.

ex: Ontem chegou um carregamento de ares-condicionados no mercado.

Continue reading

Compartilhe este texto:

Plural dos substantivos compostos

Veja o plural dos substantivos compostos

Uma dúvida muito comum no momento de escrever é como colocar substantivos compostos no plural. Para resolver essa questão, é necessário avaliar a formação de cada vocábulo. Vamos lá!

Substantivos compostos sem hífen

Nesse caso, o plural é semelhante ao dos substantivos simples.

ex¹: Girassol – Girassóis;

ex²: Pontapé – Pontapés.

Leia também: Substantivos: primitivos x derivados

Substantivos compostos com hífen

Aqui é necessário fazer uma divisão, que vai ajudar a entender melhor a formação do plural.

Termos que apresentam flexão de número e gênero (palavras variáveis)

  • Substantivos;
  • Adjetivos;
  • Artigos;
  • Numerais.

Termos que NÃO apresentam flexão de número e gênero (palavras invariáveis)

  • Verbo;
  • Advérbio;
  • Preposição;
  • Conjunção.

Dito isso, vamos em frente!

a) Substantivo + Substantivo

Continue reading

Compartilhe este texto:

Concordância verbal – 5 casos complicados

5 casos que sempre causam dúvidas

Alguns casos de concordância verbal sempre geram dúvidas e acabam levando muitas pessoas ao erro. Por isso, neste texto, serão enumeradas 5 situações mais recorrentes.

Expressões partitivas

Nos casos em que o sujeito é formado por uma expressão partitiva (a maioria, parte de, metade de, a maior parte de) seguido de um substantivo ou pronome no plural, o verbo pode ficar tanto no plural quanto no singular.

ex¹: A maioria dos deputados são a favor da proposta.

ex²: A maioria dos deputados é a favor da proposta.

ex¹: Grande parte das pessoas é a favor da democracia.

ex²: Grande parte das pessoas são a favor da democracia.

Quais de nós/ quais de vós

Em casos em que o sujeito for um pronome interrogativo ou indefinido plural (quaisquer, quais, quantos, poucos, vários) seguido da expressão de nós, o verbo pode concordar com o pronome indefinido ou com o pronome pessoal.

ex¹: Quais de nós desconfiam/desconfiávamos daquele empregado.

ex²: Quaisquer de nós poderiam/poderíamos ter cometido o mesmo erro.

O que é um pronome indefinido?

Continue reading

Compartilhe este texto:
Older posts