Clube do Português

Língua portuguesa para produtores de conteúdo

Category: Palavras parecidas (page 2 of 5)

Assuar ou assoar? As duas palavras existem!

As duas palavras existem

Tanto assuar como assoar são palavras que existem na língua portuguesa. Apesar de terem grafias parecidas, elas possuem significados bem distintos. Vejamos!

Assuar

Vamos começar pela menos comum. Segundo o dicionário Aulete Digital, assuar possui dois significados:

1) Vaiar

ex: O público assuou o cantor quando ele desafinou.

Continue reading

Compartilhe este texto:

Eficácia x Eficiência – entenda a diferença entre as duas palavras

Entenda a diferença entre as duas palavras

Muitas pessoas utilizam eficiência e eficácia como sinônimas. Porém, elas apresentam significados distintos. Neste artigo, vamos explicar a diferença desses dois conceitos. Vamos lá!

Gestão

Os dois vocábulos são muito utilizados no mundo da gestão de empresas e projetos. Eles estão relacionados à execução de tarefas e à resolução de problemas. Peter Drucker, uma das principais referências no mundo da administração, explica que eficiência é fazer certo as coisas e eficácia é fazer as coisas certas.

Continue reading

Compartilhe este texto:

Se ela ver ou se ela vir?

Quando conjugamos o verbo "ver" na 3ª pessoa do singular no futuro do subjuntivo devemos utilizar a forma "vir". Verbo ver – Futuro do subjuntivo (Se eu ou quando eu) vir (Se tu ou quando tu) vires (Se ele ou quando ele) vir (Se nós ou quando nós) virmos (Se vós ou quando vós) virdes (Se eles ou quando eles) virem Portanto, nesse caso, o correto é "se ela vir". Ex: Se ela vir o filme, escreverá uma crítica. ✔ ⚠ Não confunda com o verbo "vir"! Quando conjugado na 1ª pessoa do singular no futuro do subjuntivo, o verbo vir fica "vier". Verbo vir – Futuro do subjuntivo (Se eu ou quando eu) vier (Se tu ou quando tu) vieres (Se ele ou quando ele) vier (Se nós ou quando nós) viermos (Se vós ou quando vós) vierdes (Se eles ou quando eles) vierem Ex: Se ela vier cedo, conseguirá ver o filho. ✔ #português #gramática #conjugaçãoverbal #conjugação #verbo #educação

A post shared by Clube do Português (@clubedoportugues) on

A língua portuguesa  tem algumas dúvidas clássicas. Uma delas é relacionada a uma conjugação do verbo ver. Neste artigo, vamos responde ressa questão. Vejamos!

PAUSA: Antes de terminar a leitura, recomendamos que você dê uma olhada neste outro texto que fizemos sobre as formas nominais dos verbos. Ele vai complementar bastante seu estudo. Leia e volte aqui!

Ver

Quando conjugamos o verbo “ver” na 3ª pessoa do singular no futuro do subjuntivo devemos utilizar a forma “vir”. Verbo ver – Futuro do subjuntivo (Se eu ou quando eu) vir (Se tu ou quando tu) vires (Se ele ou quando ele) vir (Se nós ou quando nós) virmos (Se vós ou quando vós) virdes (Se eles ou quando eles) virem. Portanto, nesse caso, o correto é “se ela vir”.

Vir

Não confunda com o verbo “vir”! Quando conjugado na 1ª pessoa do singular no futuro do subjuntivo, o verbo vir fica “vier”. Verbo vir – Futuro do subjuntivo (Se eu ou quando eu) vier (Se tu ou quando tu) vieres (Se ele ou quando ele) vier (Se nós ou quando nós) viermos (Se vós ou quando vós) vierdes (Se eles ou quando eles) vierem
Ex: Se ela vier cedo, conseguirá ver o filho.

Veja também:

***

Matricule-se agora no nosso curso “Português para produtores de conteúdo”   – http://onovomercado.com.br/cursos/portugues

Inscreva-se para fazer parte do clube de português gratuitamente e receber dicas para te deixar afiado na língua
– http://clubedoportugues.com.br/clube/

Compartilhe este texto:

Antártida x Antártica – quando usar cada uma?

Muita gente fica em dúvida de nomear o continente congelado que fica no Pólo Sul. Afinal, o correto é Antártida ou Antártica? Este artigo vai responder essa pergunta e explicar quando utilizar cada um.

Antártida

É um substantivo próprio que se refere ao continente de gelo situado no hemisfério sul.

Ex: A Antártida é o continente mais frio e seco da Terra.

Continue reading

Compartilhe este texto:

Demais x De mais – qual a diferença?

Quando utilizar cada uma?

Demais ou de mais? As duas formas existem, porém elas são utilizadas em contextos diferentes. Nesse artigo, explicaremos quando usar  e qual o significado de cada uma. Vejamos!

PAUSA: Assim que terminar de ler este texto, vale a pena você dar uma olhada nos outros textos que fizemos sobre palavras parecidas. São mais de 30 artigos para você ficar afiado na língua portuguesa.

Demais

1) Demais escrito junto significa excessivamente, extremamente.

ex: Ele comeu demais, por isso passou mal.

Nesse caso, o termo exerce papel de advérbio.

Continue reading

Compartilhe este texto:

Incidente x Acidente – qual a diferença?

As duas palavras tem intensidades diferentes.

Muitas pessoas utilizam as palavras acidente e incidente como sinônimas. Porém, elas têm significados distintos, principalmente no que diz respeito à intensidade. Vejamos!

Incidente

O vocábulo refere-se a um acontecimento imprevisto, mas de pouca importância. Quando se diz que algo é incidental,  quer-se dizer que é secundário, assessório a um fato principal.

ex¹: Durante a festa, ocorreu um pequeno incidente que logo foi resolvido.

ex²: Na reunião, dois analistas se desentenderam. Porém, esse incidente foi resolvido rapidamente.

Continue reading

Compartilhe este texto:

Clima e tempo – qual a diferença?

Entenda a diferença entre clima e tempo.

Há palavras que são utilizadas como sinônimas, mas que não possuem exatamente o mesmo significado. É o caso dos vocábulos: clima e tempo. Um tem um sentido mais genérico e outro mais restrito. Vejamos!

Clima x Tempo

Clima se refere a um estado permanente ou referente ao um período longo de tempo. Já tempo diz respeito a uma condição climática momentânea ou temporária.  Vamos detalhar melhor!

Tempo

Está relacionado a uma condição da atmosfera no exato momento em que nos expressamos.

ex¹: São Paulo amanheceu hoje com tempo chuvoso.

ex²: Devido ao tempo seco, as aulas tiveram que ser canceladas.

ex³: Com o tempo frio, muitas pessoas saíram de casaco hoje.

Continue reading

Compartilhe este texto:

5 erros de português que você não vai mais cometer em 2017

Comece o ano escrevendo melhor.

Um novo ano começa e hora de colocar as suas resoluções em prática. A primeira pode ser exatamente não cometer mais nenhum dos cinco erros de português listados abaixo em 2017. Vejamos!

1) Trocar A GENTE por AGENTE

No primeiro caso, estamos diante de um pronome. No segundo, de um substantivo.

ex¹: A gente foi junto ao show ontem.

ex²: O agente da polícia federal prendeu o suspeito.

Veja a mais AQUI.

2) Escrever MAIS no lugar de MAS

No primeiro caso, há um advérbio de intensidade. No segundo, uma conjunção adversativa.

ex¹: Ele é mais forte do que eu.

ex²: Eu ia correr, mas começou a chover.

Entenda melhor AQUI.

3) Confundir o por que, porque, por quê e porque

Continue reading

Compartilhe este texto:

MAL x MAU – entenda de uma vez por todas quando usar cada um

Um é o contrário de BEM e o outro, o contrário de BOM.

Usar mal no lugar de mau é um dos erros mais recorrentes na língua portuguesa. Por isso, este texto vai explicar quando empregar cada um para você acabar com as dúvidas de um vez por todas.

MAL

MAL é o contrário de BEM. Ele pode ocupar duas funções – advérbio e substantivo.

Substantivo

MAL será substantivo, quando estiver acompanhado de artigo ou pronome.

ex¹: Não conheço a cura desse mal.

ex²: O mal e o bem estão em constante batalha.

Advérbio

MAL será advérbio, quando modificar um verbo ou um adjetivo.

ex¹: Mal me conhece e já quer me julgar.

ex²: O trabalho estava mal feito.

Continue reading

Compartilhe este texto:

MAS x MAIS – quando utilizar cada um?

Quando utilizar cada um?

Há, na língua portuguesa, palavras com grafia bem parecida que possuem significados e funções totalmente diferentes. Um dos casos mais clássicos é o da dupla: mais e mas. Vejamos quando utilizar cada um.

MAS

Mas é uma conjunção coordenativa adversativa. Ela expressa a ideia de contraste ou compensação.

ex¹: Eu ia jogar bola hoje, mas a chuva fez o jogo ser cancelado.

ex²: Ele é muito inteligente, mas é preguiçoso.

Se você quiser saber mais sobre as conjunções adversativas, vale ler este outro texto AQUI.

Mas, quando utilizado junto com as palavras também e ainda, exerce a função de conjunção coordenativa aditiva.

ex¹: Ele não só acordou cedo, mas também limpou toda a casa.

Perceba que ele fez as duas coisas: acordou cedo e limpou a casa.

ex²: Ele não só chegou atraso, mas ainda interrompeu a reunião.

Novamente, veja que as duas ações foram realizadas: chegar atrasado + interromper a reunião.

Continue reading

Compartilhe este texto:
Older posts Newer posts