Clube do Português

Língua portuguesa para produtores de conteúdo

Category: Reforma ortográfica (page 1 of 2)

Cachorro quente tem hífen?

cachorro-quente hot dog

Tem ou não tem hífen?

Afinal de contas, o correto é cachorro quente ou cachorro-quente? Para resolver essa questão, é necessário observar a regra para o uso do hífen. Vejamos!

PAUSA: Antes de seguirmos, recomendo que você leia o artigo que fizemos sobre as principais mudanças que a Reforma Ortográfica trouxe para o uso do hífen. Leia e volte aqui! Seu entendimento será muito mais pleno.

Sentido figurado

Via de regra, um substantivo composto leva hífen quando indica um sentido figurado.

ex: Cachorro-quente e guarda-chuva.

Continue reading

Compartilhe este texto:

Porta-bandeira x Porta bandeira – tem ou não tem hífen?

Porta-bandeira é um vocábulo composto, formado por um verbo (portar) e por um substantivo (bandeira). Nesse caso, o uso do hífen é obrigatório, o que também ocorre com o termo “abre-alas” (abrir + ala).

VEJA MAIS: Vale muito a pena ler o texto que fizemos sobre o plural dos substantivos compostos.

Continue reading

Compartilhe este texto:

Recém-nascido x Recém nascido – tem ou não tem hífen?

uso do hífen

A palavra tem ou não tem hífen?

Com a reforma ortográfica, houve algumas mudanças com relação ao hífen. Porém, em muitos casos, a regra continua a mesma. É o caso dos vocábulos formados com o prefixo recém. Vejamos!

PAUSA: Recomendo que, antes de ler este texto, você dê uma olhada no outro que fizemos sobre as principais mudanças que a reforma ortográfica trouxe sobre o uso do hífen. Leia e volte para terminar este artigo. Você com certeza vai ter uma compreensão mais completa.

Continue reading

Compartilhe este texto:

Singapura x Cingapura – qual a forma correta?

Singapura x Cingapura

A reforma ortográfica mudou padronizou a grafia da palavra.

Uma pequena cidade-estado asiática tem chamado atenção de todos pelo seu boom de crescimento nos últimos anos. Falo de Singapura. Ou seria Cingapura? Vejamos!

Reforma ortogrática

Muita gente lembra da reforma ortográfica pelas mudanças que ele promoveu no uso do hífen (veja AQUI) e na acentuação (veja AQUI). Porém, ele vai muito além. Ele também padronizou a grafia de várias palavras homófonas, aquelas que têm o mesmo som. Foi o caso de Singapura.  Até janeiro de 2016, Cingapura também era aceito. Porém, com a entrada em vigor do Acordo Ortográfica, apenas a primeira forma de escrever está correta: Singapura.

Continue reading

Compartilhe este texto:

Herói x Heroi – ainda tem acento?

Homem Aranha

Será que a palavra ainda tem acento agudo?

A reforma ortográfica  trouxe algumas mudanças na acentuação das palavras, em especial, no uso do acento agudo. Isso tem criado algumas dúvidas na hora de escrever, como no caso de herói. Ou seria heroi? Vamos descobrir!

IMPORTANTE: Se você ainda não leu o artigo que fala das principais mudanças que o Acordo Ortográfico trouxe para o uso do acento agudo, faça isso agora. Você ganhar muito lendo esse artigo primeiro e depois terminando este.

Ditongos abertos tônicos

A reforma ortográfica baniu o acento agudo nos ditongos abertos tônicos. Porém, e aqui está o pulo do gato, somente nas palavras PAROXÍTONAS!

Continue reading

Compartilhe este texto:

Proativo x Pró-ativo – como se escreve?

como se escreve: proativo ou pró-ativo?

Qual a forma correta?

Afinal de contas, a forma correta é proativo ou pró-ativo? Apesar da reforma ortográfica estabelecer que as palavras formadas com prefixo PRO- sempre terão hífen, há algumas exceções. São os casos em que o prefixo (átono) se incorporou à palavra primitiva, como em promover, prover. Há ainda situações em que é possível uma dupla grafia. É exatamente o que ocorre com a dupla de palavras que dá título a este texto.

Segundo o Vocabulário Oficial da Língua Portuguesa (VOLP), as duas formas são possíveis: proativo e pró-ativo. Isso ocorre porque a palavra tem duas origens distintas na sua formação. A primeira  é a  integração à língua portuguesa por meio de um neologismo originado do vocábulo inglês proactive, por conta da influência do meio empresarial. Esse parece ter sido o caminho de proativo.

Continue reading

Compartilhe este texto:

Bem-vindo, bem vindo e benvindo

Bem-vindo

Um erro comum que vejo em muitos textos pela internet é a grafia da palavra que dá título a este post. O Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa (Volp), elaborado pela Academia Brasileira de Letras, aceita somente a grafia bem-vindo, com hífen e separado. As grafias sem o hífen (bem vindo)  e sem separação das palavras (benvindo) não existem!

ex: Seja muito bem-vindo! Sinta-se em casa.

Acordo Ortográfico

O Acordo Ortográfico diz que as palavras formadas por aglutinação com o advérbio bem são separadas por hífen se o outro termo começar com vogal ou com a letra H.

ex: bem-estar e bem-humorado.

Continue reading

Compartilhe este texto:

Tudo sobre o uso do acento agudo

Acento agudo

Entenda quando utilizar o acento agudo

Uma das grandes dúvidas que muita gente tem na hora de escrever são os acentos. Por isso, neste texto, reunimos todas as regras de acentuação para acabar de vez com a confusão. Antes de tudo, porém,  um lembrete:

OXÍTONA – Sílaba tônica é a última da palavra.
ex: picolé, chulé, chaminé.
PAROXÍTONA – Sílaba tônica é a penúltima da palavra,
ex: caráter, difícil, médio.
PROPAROXÍTONA – Sílaba tônica é a antepenúltima da palavra.
ex: oxítona, médico, penúltima.

Identificar corretamente a sílaba tônica é meio caminho andado para utilizar bem os acentos.

Acento agudo

Usa-se acento agudo:

OXÍTONAS

  1. Nas oxítonas e nos monossílabos tônicos terminados em A, E e O, seguidos ou não de S. Ex: Chaminé, paletó, pés, café, cajás;
  2. Nas oxítonas terminas em vogal que venham seguidas de outra vogal com pronúncia distinta. Ex: baús, Piauí, contraí-las;
  3. Nas oxítonas terminadas em EM e ENS. ex: alguém, ninguém, parabéns;
  4. Nas vogais E e A abertas, nas formas verbais seguidas de hífen. ex: dá-la, qué-lo, trá-lo-ia.

Continue reading

Compartilhe este texto:

Novo acordo ortográfico: o básico que você precisa saber sobre acentuação

Acentuação

Veja o básico que você precisa saber

Vocês já viram o que mudou no uso do hífen com o novo acordo ortográfico. Agora é a vez de entender o básico das mudanças relacionadas ao uso dos acentos.

1) Não se acentuam mais os ditongos ‘oi’, ‘ei’ e ‘eu’ em palavras paroxítonas.

EX: ASSEMBLEIA, IDEIA, POLAROIDE

2) Caíram os acentos diferenciais de:

– PARA (VERBO) – Ele para para ver o que aconteceu;
– PERA (FRUTA) – Comeu um doce de pera;
– POLO (SUBSTANTIVO) – Aquele cidade é um polo vinícola;
– PELO (CABELO) – Chegamos ao mundo nus em pelo.

OBS: Os acentos de pôde e pôr continuam valendo.

OBS²: Os acentos para diferenciar terceira pessoa do singular da do plural também continuam valendo.

ex: TEM E TÊM, VEM E VÊM.

***

Há mais regras, mas os casos citados acima são os mais recorrentes e o ajudarão bastante na hora de redigir um texto.

Inscreva-se para fazer parte do clube de português gratuitamente e receber dicas para te deixar afiado na línguahttp://eepurl.com/b5exUr

Veja mais no nosso canal do Youtubehttps://goo.gl/VhBR7o

Curta nossa página no Facebookhttps://www.facebook.com/portuguesdicas/

Compartilhe este texto:

Novo acordo ortográfico: o básico que você precisa saber sobre o hífen

hífen

O básico que você precisa saber para escrever um bom texto.

O novo acordo ortográfico, que já nem é tão novo assim, passou a vigorar de forma definitiva em janeiro deste ano. Uma das principais mudanças foi no uso do hífen. Dentre as alterações, destaco aqui as principais.

Letra H

Sempre haverá hífen quando a segunda palavra se iniciar com H.

ex: Anti-higiênico, anti-heroico.

OBS: Os prefixos “in-” e “des-” sempre grudam na palavra.

ex: Desumano.

Letras iguais

Mantém-se o hífen, quando a primeira letra da palavra for igual à última do prefixo.

ex: Anti-inflamatório.

OBS: Quando as letras forem diferentes, não há hífen.

ex: Antioxidante, contratempo.

Letras R e S

Quando o prefixo terminar com vogal e a palavra começar com R ou S, não há hífen e dobra-se a letra inicial da palavra.

ex: Contrarregra, minissaia.

OBS: Se o prefixo terminar em consoante, mantém-se o hífen.

ex: Sub-reino, super-resistente.

Casos especiais

Mantém-se o hífen em palavras formadas com os  prefixos vice, ex, pró, pré  e pós.

ex: Vice-diretor, ex-presidiário, pré-escolar, pró-labore, pós-graduação.

OBS: Pré, pós e pró só mantêm o hífen se forem acentuados.

ex: Prefixo. (Fala-se “prêfixo” e não “préfixo”).

Nunca se usa hífen com os prefixos co, re, des, in e a.

ex: anormal, coordenar, relançar, infiel.

***

Há mais regras, mas os casos citados acima são os mais recorrentes e o ajudarão bastante na hora de redigir um texto.

Inscreva-se para fazer parte do clube de português gratuitamente e receber dicas para te deixar afiado na línguahttp://eepurl.com/b5exUr

Veja mais no nosso canal do Youtubehttps://goo.gl/VhBR7o

Curta nossa página no Facebookhttps://www.facebook.com/portuguesdicas/

 

Compartilhe este texto:
Older posts