Clube do Português

Língua portuguesa para produtores de conteúdo

Category: Sem classificação

7 estratégias infalíveis para evitar a repetição de palavras

Conheça sete formas eficientes para fugir da repetição de palavras.

A repetição de palavras é um problema que empobrece seu texto.  Além de tornar a escrita desinteressante, também indica pobreza vocabular do redator. Por isso, neste artigo, você vai conhecer sete técnicas para não repetir vocábulos. Vamos lá!

1) Sinonímia

Essa é uma das mais conhecidas ferramentas para combater a duplicação dos termos. Trata-se do processo de substituir determinada palavra por um sinônimo.

ex: O policial saiu correndo atrás do bandido e um menino decidiu acompanhar o policial.

Veja agora usando a sinonímia:

ex: O policial saiu correndo atrás do bandido e um menino decidiu acompanhar o oficial.

Um outro recurso seria substituir o substantivo “policial” por um pronome. Essa estratégia, porém, criaria uma ambiguidade. Veja:

ex: O policial saiu correndo atrás do bandido e um menino decidiu acompanhá-lo.

Note que não fica claro se o pronome se refere ao policial ou ao bandido.

DICA: recomendo muito o dicionário de sinônimos – uma ferramenta muito útil para redatores e jornalistas.

2) Hiperonímia

Nós já falamos aqui sobre os hipônimos e hiperônimos. A hiperonímia consiste em usar palavras que possuem um significado mais amplo do o da substituída.

ex: Maria tomou um remédio que não lhe fez muito bem. Parece que a medicação estava vencida.

Note que “remédio” é um tipo de medicação. Este termo abrange mais itens do que aquele.

3) Hiponímia

A hiponímia é o contrário da hiperonímia. Ela consiste em trocar um termo mais abrangente por outro mais específico.

ex: Rui estava muito nervoso e precisou de um remédio. Depois de tomar o calmante, porém, ele se acalmou.

Perceba que o elemento “calmante” é apenas um dos que compõe a classe dos remédios.

Continue reading

Compartilhe este texto:

Regime semiaberto ou semi-aberto?

Um condenado pode cumprir pena em regime semiaberto ou semi-aberto? Afinal, a palavra tem ou não tem hífen? Neste artigo, vamos acabar de vez com essa dúvida. Vamos lá!

Reforma ortográfica

Para resolver essa questão, temos que recorrer ao já conhecido Acordo Ortográfico. Ele diz que, quando a última letra do prefixo é uma vogal diferente da primeira letra da palavra que o segue, não usamos o hífen. Logo, a forma correta é semiaberto.

ex1: Alguns presos da Operação Lava-Jato cumprem pena em regime semiaberto.

ex2: Ao chegar no local, Luiz viu os portões semiabertos.

Tudo sobre o uso do hífen

Há mais algumas regras sobre o uso do hífen que foram modificadas pela reforma ortográfica. Nós preparamos um artigo completo para você consultar sempre que bater uma dúvida.

Gostou do texto? Então, vale a pena assistir o vídeo que fizemos sobre se a grafia correta é sócio-cultural ou sociocultural.

Inscreva-se para fazer parte do clube de português gratuitamente e receber dicas para te deixar afiado na língua
– https://clubedoportugues.com.br/clube/

Matricule-se agora no nosso curso “Português para produtores de conteúdo”   – http://onovomercado.com.br/cursos/portugues

 

 

 

Compartilhe este texto:

Obedecer a lei ou à lei?

Afinal de contas, a forma correta é obedecer a lei ou à lei? Neste artigo, vamos explicar melhor a regência desse verbo e explicar como usá-lo. Vamos lá!

Transitivo direto ou indireto?

O verbo obedecer é transitivo indireto. Isso significa que ele pede um complemento e, entre este e o verbo, há uma preposição. Vejamos!

ex¹: Os bandidos não obedecem à lei.

ex²: O cachorro obedece ao dono.

Continue reading

Compartilhe este texto:

Coerência: conheça os 3 elementos indispensáveis

Veja como garantir totalmente a coerência do seu texto

Um texto coerente é aquele que apresenta uma relação de sentido clara entre as partes. Para garantir a coerência, você deve prestar atenção em três elementos-chaves. Vejamos!

1) Unidade semântica

Um texto deve tratar, do início ao fim, de um só tema. Isso é chamado de unidade semântica.

Por exemplo, se uma redação tem como foco tratar do tópico “causas da pobreza no Brasil” e no meio do caminho ela passa a abordar temas ligados ao aumento da violência, há uma quebra da unidade semântica e o texto se torna incoerente.

VEJA TAMBÉM: 5 passos para criar uma dissertação argumentativa.

Continue reading

Compartilhe este texto:

Performance ou performace – qual a forma correta?

Afinal de contas, a forma correta é performance ou performace? Neste artigo, vamos resolver essa questão e explicar a origem e o significado da palavra. Vamos lá!

Do inglês para o português

Performance é um anglicismo. Vem do inglês “performance”. Significa atuação; desempenho. Por não ser comum na língua portuguesa, muitos falantes omitem a sílaba “man” ao pronunciarem a palavra e dizem “performace”. Porém, a forma correta é performance.

VEJA MAIS: Vale a pena ler também o artigo que fizemos sobre outro anglicismo: on-line x online.

Continue reading

Compartilhe este texto:

Desencargo ou descargo de consciência?

descargo x desencargo

As palavras são sinônimas

Afinal de contas, o correto é descargo ou desencargo de consciência? Neste artigo vamos acabar de vez com essa dúvida e explicar como utilizar essa expressão. Vamos lá!

Sinônimas

A maioria dos dicionários trata as duas palavras como sinônimas, quando possuem o sentido de desobrigar. Dessa forma, ambas estão corretas. Você pode dizer tanto descargo como desencargo de consciência.

ex¹: Ele fez aquilo apenas por descargo de consciência.

ex²: Juca só pediu desculpas para desencargo de consciência.

VEJA MAIS: Vale muito a pena conferir o artigo que fizemos sobre a diferença entre ‘baixar’ e ‘abaixar’.

Continue reading

Compartilhe este texto: