O leitor Álvaro Bangui nos enviou uma instigante dúvida: qual é a diferença entre as palavras APÓS e DEPOIS? Neste artigo, vamos explicar o que diferencia esses dois termos e explicar quando usar cada um. Vamos lá!

Sinônimos

Primeiramente, é preciso destacar que as duas palavras podem ser usadas como sinônimas. Porém, como se sabe, não existe sinonímia perfeita, ou seja, as palavras nunca são completamente intercambiáveis, porque sempre há algumas nuances de sentido que as diferenciam.

Preposição x Advérbio

A grande diferença entre após e depois reside na classificação gramatical. APÓS pode funcionar como preposição, quando tem o significado de “depois de”, “em seguida a”:

ex: Após a festa, fomos ao restaurante.

APÓS também pode agir como advérbio, quando o sentido é “depois” ou “atrás”.

ex: Minha casa fica após a padaria.

Já o vocábulo DEPOIS exerce somente a função de advérbio de tempo ou de lugar, significando “mais tarde” ou “mais longe”.

ex1: Depois que você terminar o dever de casa, poderá sair para jogar bola.

ex2: Depois da montanha, há um rio.

Origem

Uma outra distinção entre os dois vocábulos é a sua origem. Após vem da contração de dois termos do latim as preposições AD e POST.

depois tem uma formação parecida. Nasceu da combinação também de dois termos do latim: as preposições DE e POST.

A diferença pode parecer pequena, mas no latim as preposições AD e DE são utilizadas em circunstâncias sintáticas distintas.

AD  deve ser utilizado para reger somente o caso acusativo, que se refere, em geral, ao objeto direto. Já DE rege o chamado caso ablativo, que está mais relacionado ao advérbio.

Gostou da dica? Então, vale a pena assistir também ao vídeo que fizemos sobre a forma correta do verbo PREFERIR:

***

Inscreva-se para fazer parte do clube de português gratuitamente e receber dicas para te deixar afiado na língua (link para um nova página do site) .

Matricule-se agora no nosso curso “Português para produtores de conteúdo” (link para um novo site).

Compartilhe este texto: