Entenda de uma vez por todas como utilizar os pronomes demonstrativos

Os pronomes demonstrativos têm três funções principais: 1) referência textual; 2) referência espacial; 3) referência temporal. Neste artigo, vamos explicar cada uma delas.

Referência textual

Nesse caso, usamos os pronomes demonstrativos da seguinte forma:

Este, esta, isto: para antecipar o referente (um termo do texto) ou para retomar o referente mais próximo.

Vejamos um exemplo do primeiro caso:

ex: O grande problema desta empresa é este: não temos metas desafiadoras.

Perceba que o pronome trata de algo que ainda será mencionado na frase – o problema da empresa.

Vamos ver agora um exemplo do segundo caso:

ex: Paulo e Maria trabalham na mesma empresa. Esta, no setor de recursos humanos; aquele, no de informática.

O pronome esta retoma o termo mais próximo, ou seja, Maria. Já o aquele se refere ao termo mais distante, Paulo.

Esse, essa e isso: para retomar um termo já citado no texto.

ex: Quando eu era criança, costumava jogar bola todos os dias. Essa brincadeira me trouxe muitos amigos.

A expressão essa brincadeira retoma o trecho jogar bola todos os dias.

Referência espacial

Podemos utilizar os pronomes demonstrativos para indicar onde determinado objeto está. Vejamos!

Este: trata de algo que está próximo do emissor – aquele que fala.

ex: Este caderno é meu.

O caderno está com a pessoa que fala.

Esse: trata de algo que está perto do interlocutor – aquele com quem se fala.

ex: Esse caderno é novo, Maria?

O caderno está perto de Maria.

Aquele: trata de algo que está longe de quem fala e de com quem se fala.

ex: Alguém esqueceu aquele caderno no pátio.

O caderno não está perto nem do emissor nem do interlocutor.

Referência temporal

Podemos utilizar os pronomes demonstrativos também para indicar o tempo em que estamos falando.

Este: trata do tempo presente.

ex: Este ano quero economizar dinheiro.

Aqui estamos falando do ano atual.

Esse: fala de um passado recente.

ex: Esse ano foi um dos mais difíceis para a companhia.

Nesse caso, estamos nos referindo a um ano que já passou, mas que está perto do atual. Por exemplo, a frase pode se referir ao ano de 2015.

Aquele: refere-se a um passado mais distante.

ex: A segunda guerra mundial deixou muitos mortos. Várias famílias passaram dificuldades naquele tempo.

Perceba que estamos tratando de um período mais longínquo.

OBS: Naquele = em + aquele.

Gostou do artigo? Então, confira também o vídeo que fizemos sobre a forma correta de usar o verbo PREFERIR:

***

Inscreva-se para fazer parte do clube de português gratuitamente e receber dicas para te deixar afiado na língua (link para um nova página do site) .

Matricule-se agora no nosso curso “Português para produtores de conteúdo” (link para um novo site).

Compartilhe este texto: