Entenda as funções metalinguística, fática e poética.

No texto anterior, falamos das três primeiras funções da linguagem  (denotativa, emotiva e conativa). Neste artigo, vamos tratar das outras três: metalinguística, fática e poética.

4) Função metalinguística

Essa função aparece quando utilizamos a linguagem para falar de seu próprio conteúdo.

ex: A língua portuguesa é um código.

Perceba que usamos a língua portuguesa para falar sobre  a própria língua portuguesa. Essa função também é vista em outros meios. Por exemplo, quando uma emissora de TV produz um programa que fala dos outros programas do canal, como ocorre no Vídeo Show da TV Globo no Brasil.

5) Função fática

Essa função é utilizada para iniciar, prolongar, verificar, testar ou interromper a comunicação. Ela coloca o foco no canal, verificando se o contato entre o emissor e o receptor está funcionando.

ex¹: Alô, central de controle. Tem alguma orientação para o pouso?

ex²: Alô? Quem fala?

6) Função poética

Nessa função, o destaque vai todo para a mensagem. O emissor tem um cuidado especial na hora de escolher as palavras para dar um tratamento estilístico ao que está sendo dito, como pode ser visto no trecho abaixo do poema Ouvir estrelas de Olavo Bilac.

Ora (direis) ouvir estrelas! Certo
Perdeste o senso!” E eu vos direi, no entanto,
Que, para ouvi-las, muita vez desperto
E abro as janelas, pálido de espanto…

Tudo junto e misturado

É importante dizer que as seis funções da linguagem podem ser utilizadas em conjunto. Assim, em um mesmo texto, pode-se verificar o uso de duas ou mais funções. Por exemplo, todo texto tem o objetivo de informar algo, logo, a função denotativa sempre estará de alguma forma presente.

Leia a primeira parte deste texto.

Assista também:

Inscreva-se para fazer parte do clube de português gratuitamente e receber dicas para te deixar afiado na língua
– http://clubedoportugues.com.br/clube/

Matricule-se agora no nosso curso “Português para produtores de conteúdo”   – http://onovomercado.com.br/cursos/portugues

Compartilhe este texto: