Quando utilizar cada um?

Há, na língua portuguesa, palavras com grafia bem parecida que possuem significados e funções totalmente diferentes. Um dos casos mais clássicos é o da dupla: mais e mas. Vejamos quando utilizar cada um.

MAS

Mas é uma conjunção coordenativa adversativa. Ela expressa a ideia de contraste ou compensação.

ex¹: Eu ia jogar bola hoje, mas a chuva fez o jogo ser cancelado.

ex²: Ele é muito inteligente, mas é preguiçoso.

Se você quiser saber mais sobre as conjunções adversativas, vale ler este outro texto AQUI.

Mas, quando utilizado junto com as palavras também e ainda, exerce a função de conjunção coordenativa aditiva.

ex¹: Ele não só acordou cedo, mas também limpou toda a casa.

Perceba que ele fez as duas coisas: acordou cedo e limpou a casa.

ex²: Ele não só chegou atraso, mas ainda interrompeu a reunião.

Novamente, veja que as duas ações foram realizadas: chegar atrasado + interromper a reunião.

MAIS

Mais é o oposto de menos. Trata-se de um advérbio de intensidade. Advérbio é a palavra que altera o verbo ou o adjetivo.

ex: Ele chegou mais cedo do que o combinado.

NOTE: Ele chegou menos cedo do que o combinado.

Quando for possível trocar por menos, deve-se utilizar mais.

Mais também pode exercer a função de pronome indefinido. (Veja mais sobre o pronome indefinido AQUI)

ex: Mais de uma vez, ele chegou atrasado.

PARA FIXAR: Eu já errei, mas nunca mais vou utilizar MAIS no lugar de MAS.

Inscreva-se para fazer parte do clube de português gratuitamente e receber dicas para te deixar afiado na língua
– http://clubedoportugues.com.br/clube/

Matricule-se agora no nosso curso “Português para produtores de conteúdo”   – http://onovomercado.com.br/cursos/portugues

Compartilhe este texto: