Os números romanos foram o principal sistema de algarismos da Europa por um longo tempo. Eles são formados por uma combinação de letras. Por exemplo, o símbolo XVIII representa o número 18. Para aprender a ler esses sinais, basta ficar atento a cinco regras básicas.

1) Valores

Os valores dos números romanos são:

I – 1 (um);

V – 5 (cinco);

X -10 (dez);

L – 50 (cinquenta);

C – 100 (cem);

D – 500 (quinhentos);

M – 1.000 (mil).

2)  Um símbolo só pode ser repetido três vezes

Veja:

CORRETO: IV = quatro

INCORRETO: IIII = quatro

3) Formação dos números

Se um número está antes de outro com valor maior, realiza-se uma operação de subtração.

ex: IV = V – I >>>>  Quatro (IV) =  Cinco (V) – Um (I)

4) Multiplicação por mil

Quando você coloca um traço em de um número romano, ele será multiplicado por mil. Veja:

DEZ x DEZ MIL

 

 

 

 

 

 

 

 

5) O número V tem uma regra diferente

O número 5 (V) só pode ser utilizado para somar, nunca para subtrair. Ou seja, ele nunca aparecerá antes de outro número. Veja:

Seguinte a regra 3, a forma lógica de escrever o número 45 seria VL. Ou seja, o número 50 (L) menos o número 5 (V). Contudo, isso não é possível. Assim, 45 deve ser grafado assim: XLV. Em outros palavras, 50 (L) – 10 (X) + 5(V).

Veja a lista de números romanos de 1 a 1.000.

***

Matricule-se agora no nosso curso “Português para produtores de conteúdo”   – http://onovomercado.com.br/cursos/portugues

Inscreva-se para fazer parte do clube de português gratuitamente e receber dicas para te deixar afiado na língua
– http://clubedoportugues.com.br/clube/

Compartilhe este texto: