Vivemos atualmente a era da informação.  Nesse sentido, para fazer seu conteúdo se destacar, é necessário não só que seu texto esteja bem escrito, mas que seja apresentado da forma mais eficiente possível. É nesse contexto que surge o conceito de design de informação.

Informação com valor

De acordo com os pesquisadores Wildbur e Burke, o design de informação é  “a seleção , organização e apresentação da informação para uma dada audiência”.  Trata-se de um campo do design gráfico que parte do princípio de que precismos não só criar mais informações, mas também pensar em formas de apresentação que permitam ao público entender a mensagem de forma eficaz e eficiente. O objetivo é tornar o conteúdo mais acessível.

PAUSA: Quer entender melhor a diferença entre eficácia e eficiência? Então, vale ler o texto que fizemos sobre o tema.

Artefatos

Para tornar o conteúdo mais acessível, o design de informação lança mão de uma série de artefatos como mapas, infográficos, ilustrações técnicas, ícones entre outros.

Por exemplo, é possível descrever a jornada de Vasco da Gama até as Índias dizendo que ele saiu de Portugal, passou por Cabo Verde e contornou o Cabo da Boa Esperança. Depois, ele parou ainda em Moçambique, Mombaça e Melinde até chegar em Calicute e Goa.

O leitor mais familiarizado com a geografia mundial pode entender esse percurso somente lendo o texto. Porém, é muito mais eficiente se lançarmos mão do mapa abaixo:

Vasco da Gama - mapa

Fonte: Wikipedia

O uso desse elemento gráfico é uma medida de design da informação. Ele contribui para facilitar e potencializar a apreensão da informação, reduzindo os ruídos e garantindo que a audiência terá uma entendimento pleno do que você deseja passar.

Veja também:

 ***

Matricule-se agora no nosso curso “Português para produtores de conteúdo”   – http://onovomercado.com.br/cursos/portugues

Inscreva-se para fazer parte do clube de português gratuitamente e receber dicas para te deixar afiado na língua
– http://clubedoportugues.com.br/clube/

Compartilhe este texto: