Clube do Português

Língua portuguesa para produtores de conteúdo

Page 3 of 36

Tudo bom x Tudo bem – qual a forma correta?

O correto é dizer tudo bem ou tudo bom? As duas maneiras são aceitas. Neste artigo, vamos explicar melhor cada situação. Vamos lá!

Tudo bem

Quando usamos essa forma, está implícito o verbo estar. Como bem é um advérbio, ele complementa o verbo, logo ele se refere a maneira como as coisas estão indo.

ex: Está tudo bem na minha vida.

Tudo bom

Como bom é um adjetivo, ele se refere a um substantivo que está oculto. Então, quando perguntamos se está tudo bom, fica subentendido que estamos falando do dia-a-dia, da situação, das coisas de determinada pessoa.

ex: Está tudo bom no meu dia.

Continue reading

Compartilhe este texto:

Qual o plural de projeto-piloto?

Já falamos aqui sobre o plural dos substantivos compostos. Neste artigo, vamos tratar de um caso específico: projeto-piloto. Vamos lá!

Determinante

Quando combinado com outro substantivo, piloto exerce a função de determinante específico. Dessa forma, há duas possibilidades de plural:

a) Os dois termos vão para o plural

ex: A empresa está iniciando hoje dois projetos-pilotos focados no desenvolvimento de novas tecnologias.

b) Somente o primeiro nome vai para o plural

ex: Na organização onde trabalho, já fui responsável por vários projetos-piloto.

Continue reading

Compartilhe este texto:

Apóstrofe x Apóstrofo – qual a diferença?

As palavras apóstrofe e apóstrofo não são sinônimas. Cada uma tem um significado distinto. Neste artigo, vamos explicar quando utilizar uma e outra. Vamos lá!

Apóstrofo

Trata-se de um sinal gráfico que serve para indicar a supressão de letras e a contração de termos.

ex1: Ele bebeu um copo d’água.

ex2: As obras de Mia Couto falam das vozes d’África.

OBS: No plural das siglas, não se usa apóstrofo.

ex: Comprei vários CDs.

Continue reading

Compartilhe este texto:

Convidar para x convidar a – quando usar cada um?

O verbo convidar possui duas regências. Cada uma tem um significado distinto. Neste artigo, vamos explicar quando usar uma e outra. Vamos lá!

Convidar para

Usamos a preposição para, quando queremos expressar o sentido de chamar ou convocar.

ex1: Convidei todos os meus amigos para minha festa.

ex2: Todos os oficiais foram convidados para a posse do novo comandante.

Continue reading

Compartilhe este texto:

Afrodescendente x Afro-descendente – qual a forma correta?

Entenda o uso do hífen com o prefixo AFRO

O uso do hífen com o prefixo afro possui duas regras distintas. Neste artigo, vamos tratar de cada uma e explicar quando as utilizar. Vamos lá!

Com hífen

Quando o prefixo afro se combina com substantivos pátrios, deve-se utilizar o hífen.

ex1: Marcos é afro-brasileiro.

ex2: Os afro-americanos têm lutado por seus direitos.

Continue reading

Compartilhe este texto:

Hífen com o prefixo SUPER – quando usar?

Usa-se hífen com palavras iniciadas com prefixo "super" se o termo posterior começar com H ou R. Ex: Super-homem, super-herói, super-habilidade, super-requintado, super-real, super-resistente, etc. ✔ Nos demais casos, não há hífen. Ex: Supersalário, superbactéria, superfaturado, supermercado, superlotado, supermãe, superaquecido, etc. #DescriçãoDaImagem A imagem mostra os desenhos de três super-heróis: Mulher Maravilha, Wolverine e Batman. #TextoDaImagem Hífen com prefixo "super". #português #gramática #educação  #aprendizado #estudo #trabalho #empreendedorismo #concurso #concursopúblico #escola #faculdade #vestibular #enem #dicas #escrita #língua #linguagem #clubedoportuguês #correntedobem #boanoite

A post shared by Clube do Português (@clubedoportugues) on

O uso do prefixo super sempre gera muitas dúvidas. Afinal de contas, os substantivos compostos com esse termo devem ou não ser separados com hífen? Neste artigo, respondemos esta questão. Vamos lá!

Com hífen

Usa-se hífen com palavras iniciadas com prefixo “super” se o termo posterior começar com H ou R.
Ex: Super-homem, super-herói, super-habilidade, super-requintado, super-real, super-resistente, etc.

Continue reading

Compartilhe este texto:

Personalidade x Pessoalidade – entenda como fazer seu texto se destacar na multidão

Personalidade e pessoalidade são dois elementos que podem diferenciar seu conteúdo dos outros milhares que existem na internet. Neste artigo, vamos detalhar melhor como aplicar esses dois conceitos. Vamos lá!

Pessoalidade

Sabe aquelas ligações que recebemos de operadoras de celular ou de TV a cabo que, quando atendemos, ouvimos uma gravação? Isso é o oposto da pessoalidade. Essas empresas usam uma mensagem genérica, que é transmitida de forma massificada, sem levar em conta as necessidades ou a especificidades de cada pessoa.

A pessoalidade, então, tem a ver com a humanização da interação. É você conseguir conversar com uma pessoa real, quando precisa resolver algum problema com determinada corporação. Por exemplo, quando você recorre a um chat no site de alguma empresa, você prefere ser atendido por um ser humano ou por um robô que retransmite mensagens pré-formatadas?

Outro ponto da pessoalidade está relacionado com a empatia com o cliente. Às vezes, recebemos ligações de call centers e do outro lado da linha está uma pessoa. Contudo, ela tem um discurso decorado e não estabelece um vínculo real com você. Ela está, então, fazendo o papel do robô.

Personalidade

A personalidade tem a ver com um diferencial. É a construção de uma voz própria. Todo dia nos deparamos com um mar de conteúdo que poderia ter sido escrito por qualquer pessoa, tamanha é a falta de personalidade. Porém, por vezes, deparamo-nos com textos, vídeos e áudios que nos prendem por sua originalidade e pelo estilo do autor.

Os grandes influenciadores da rede possuem uma personalidade bem definida, que os diferencia dos demais. Há também casos de empresas que ousaram e souberam sair da mesmice. É o caso, por exemplo, do pinguim do PontoFrio, que já se tornou uma celebridade nas redes sociais digitais, por seu discurso descontraído e pelas grandes sacadas que utiliza para promover os produtos.

Outra ação interessante e com muita personalidade foi feita pelo Bob`s para provocar o MacDonalds que estava anunciando seu novo milkshake de ovomaltine.

Em suma, a atuação na internet, principalmente nas redes sociais digitais, deve se pautar pela horizontalidade, pela empatia e pela disposição para interagir. Além disso, ela deve fugir do basicão para poder se destacar na infinidade de conteúdos produzidos todos os dias.

Gostou do texto? Então, vale a pena conferir o vídeo que fizemos sobre como os erros de português podem prejudicar sua carreira:

***

Inscreva-se para fazer parte do clube de português gratuitamente e receber dicas para te deixar afiado na língua (link para um nova página do site) .

Matricule-se agora no nosso curso “Português para produtores de conteúdo” (link para um novo site).

 

Compartilhe este texto:

Filiar x Afiliar – qual a forma correta?

Afiliar ou filiar: qual a maneira certa de escrever a palavra? Neste artigo, vamos resolver esta dúvida e explicar o significado dos verbos. Vamos lá!

Sinônimas

As duas formas são sinônimas, quando usadas com o sentido de se inscrever em comunidade, grupo ou instituição.

ex1: Ela se filiou ao partido com a  intenção de se candidatar nas próximas eleições.
ex2: Ela se afiliou ao partido com a intenção de se candidatar nas próximas eleições.

Continue reading

Compartilhe este texto:

Hífen com prefixo MAL – quando usar?

Palavras compostas iniciadas com "mal" têm hífen antes de vogal e das consoantes H e L. ✔ Ex: Mal-agradecido, mal-estar, mal-intencionado, mal-humorado, mal-lavado. ✔ Nos demais casos, escreve-se tudo junto. ✔ Ex:  Malcriado, maldito, malfeito, malsucedido. ⚠ ATENÇÃO! Quando não formar um composto e for usado como advérbio, "mal" fica separado, sem hífen. ✔ Ex1: O plano foi mal executado pelo governo. Ex2: O evento foi mal planejado pela assessoria. #DescriçãoDaImagem A imagem mostra um vaso com um cacto em um fundo branco. #TextoDaImagem Uso de hífen com prefixo "mal". #português #gramática #educação  #aprendizado #estudo #trabalho #empreendedorismo #concurso #concursopúblico #escola #faculdade #vestibular #enem #dicas #escrita #língua #linguagem #clubedoportuguês #correntedobem #boanoite

A post shared by Clube do Português (@clubedoportugues) on

Usa-se ou não hífen com o prefixo mal? Neste artigo, vamos resolver essa questão e explicar com utilizar o termo. Vamos lá!

Mal

Palavras compostas iniciadas com “MAL” têm hífen antes de vogal e das consoantes H e L.

Ex: Mal-agradecido, mal-estar, mal-humorado.

Nos demais casos, escreve-se tudo junto.

Ex:  Malcriado, maldito, malfeito, malsucedido.

Continue reading

Compartilhe este texto:

Ano Novo x Ano-Novo – tem hífen?

Todo final de ano, surge uma dúvida: a forma correta é Ano Novo ou Ano-Novo? As duas formas estão corretas, mas têm significados diferentes. Neste artigo, explicamos melhor quando usar cada uma. Vamos lá!

Ano-Novo

Escrita com hífen a expressão refere-se à virada do dia 31 de dezembro para o dia 1º de janeiro. Trata-se da festa de reveillon.

ex1: Na festa de Ano-Novo, todo mundo se diverte bastante.

ex2: No Ano-Novo, é comum beber espumante.

Vale ressaltar que o termo ligado pelo hífen forma um só substantivo composto.

Continue reading

Compartilhe este texto:
« Older posts Newer posts »