Qual a forma correta?

Afinal de contas, a forma correta é proativo ou pró-ativo? Apesar da reforma ortográfica estabelecer que as palavras formadas com prefixo PRO- sempre terão hífen, há algumas exceções. São os casos em que o prefixo (átono) se incorporou à palavra primitiva, como em promover, prover. Há ainda situações em que é possível uma dupla grafia. É exatamente o que ocorre com a dupla de palavras que dá título a este texto.

Segundo o Vocabulário Oficial da Língua Portuguesa (VOLP), as duas formas são possíveis: proativo e pró-ativo. Isso ocorre porque a palavra tem duas origens distintas na sua formação. A primeira  é a  integração à língua portuguesa por meio de um neologismo originado do vocábulo inglês proactive, por conta da influência do meio empresarial. Esse parece ter sido o caminho de proativo.

ex: Ser proativo é importante quando estamos diante da organização de eventos.

A segunda está relacionada a um processo comum de formação de vocábulos com a combinação do prefixo tônico PRÓ- com o adjetivo ‘ativo’. Esse foi o trajeto de pró-ativo.

ex: Além de ser muito pró-ativa, Joana é bastante organizada.

Definição

De acordo com o dicionário Aulete, proativo é aquele que, por antecipação, identifica possíveis desenvolvimentos, problemas ou situações, permitindo adoção de atitudes ou medidas adequadas.

Pró-atividade x Proatividade

Apesar de alguns dicionários abarcarem as duas grafias, o VOLP registra apenas a forma proatividade. Assim, é preferível optar para essa forma de escrever a palavra.

ex: A proatividade é uma qualidade apreciada no mercado de trabalho.

Compartilhe este texto: