Quando utilizar as aspas?

As aspas são utilizadas com diferentes finalidades. Elas sempre aparecem em pares, indicando o fim ou o início de um termo ou uma citação. Neste artigo, vamos detalhar todos os casos em que se devem utilizar esse sinal gráfico. Vamos lá!

PAUSA: Antes de continuar a leitura, sugerimos a leitura do artigo que escrevemos sobre quando utilizar o ponto e vírgula. Leia e volte aqui para terminar este texto. Seu estudo  ficará muito mais completo.

1) Citação

Utilizam-se as aspas no início e no fim de uma citação para distingui-la do restante do texto.

ex: Em uma entrevista, a jornalista Cláudia Werneck disse: “Quem cabe no seu TODOS? A escola inclusiva é a escola que é percebida como um bem público, porque não admite qualquer tipo de discriminação”.

2) Palavras não usuais

Também se utilizam as aspas para destacar termos inusuais ou peculiares, como estrangeirismos, arcaísmo, neologismos, vulgarismos, etc.

ex: O grupo Doutores da Alegria faz uma trabalho de “clown” para amimar pessoas que estão passando por momentos difíceis.

3) Valor significativo

As aspas também podem ser usadas para dar destaque ao valor significativo de uma palavra ou expressão.

ex: O “praticar esporte” na ONG Miratus significa, antes de tudo, promover a inclusão social por meio do badminton.

4) Ironia

Destacar expressões irônicas também é uma das funções das aspas.

ex:  A operação Serenata de Amor reuniu um grupo de especialistas em tecnologia para vigiar os políticos que “não têm nada a esconder”.

5) Significação de palavras ou frases

Utilizam-se também as aspas para indicar o significado de palavras ou frases.

ex: A palavra empoderamento  veio  da expressão inglesa empowerment  e significa “conferir poder a si ou a otrem”.

6) Diálogos

As aspas também podem ser utilizadas nos diálogos para indicar a mudança de interlocutor, da mesma maneira que se faz com o uso dos travessões.

ex:

“Hoje os índios estão mais organizados?”

Os indígenas estão mais fortes e organizados politicamente, mas as forças anti-indígenas também estão mais organizadas e cada vez mais brutais e violentas, agindo dentro e fora das instituições”.

7) Títulos de obras

No livro “Capitalismo alternativo e o futuro dos negócios”, a pesquisadora Marjorie Kelly mostra como empreendimentos de base comunitária, como o Banco Palmas, podem revolucionar a economia e impulsionar a inclusão social.

Assista também:

***

Matricule-se agora no nosso curso “Português para produtores de conteúdo”   – http://onovomercado.com.br/cursos/portugues

Inscreva-se para fazer parte do clube de português gratuitamente e receber dicas para te deixar afiado na língua
– http://clubedoportugues.com.br/clube/

 

Compartilhe este texto: