A expressão uma única configura um pleonasmo vicioso? Neste artigo, vamos tirar essa dúvida e explicar se é ou não possível utilizar essa combinação de palavras. Vamos lá!

Numeral x Artigo

O termo uma pode ter função tanto de numeral, quanto de artigo indefinido. Vejamos:

ex1: Ele tinha uma casa no campo e outra na praia.

Perceba que aqui uma funciona com numeral, pois indica quantidade. Para se certificar, basta trocar por outro número: “ele tinha duas casas no campo e outra na praia”.

ex2: Quando entrei em casa, ouvi uma barulheira estranha na cozinha.

Nesse exemplo, uma age como artigo indefinido. Trata-se de uma barulheira que não consigo precisar.

LEIA MAIS: Há crase antes de artigo indefinido?

Adjetivo

O vocábulo única exerce a função de adjetivo, com o significado de exclusivamente, apenas, singular, sem precedentes

ex: Aquela era a única opinião que me interessava.

EXTRA: Entenda como diferenciar adjetivo de advérbio.

Uma única

Dito isso, é possível verificar que a expressão uma única não configura um pleonasmo vicioso. Trata-se somente de duas delimitações que podem ser aplicadas a um substantivo. Vejamos:

ex: Havia uma única saída para aquele problema.

Note que uma indica a quantidade de saídas possíveis. Já única mostra que havia exclusivamente apenas aquela saída.

Gostou da dica? Então, confira o vídeo que fizemos sobre PLEONASMO:

***

Inscreva-se para fazer parte do clube de português gratuitamente e receber dicas para te deixar afiado na língua (link para um nova página do site) .

Matricule-se agora no nosso curso “Português para produtores de conteúdo” (link para um novo site).

Compartilhe este texto: