Por Pedro Valadares

10 dicas para uma redação nota mil

O texto de hoje é para o leitor Dantas Daniel, que pediu para falarmos sobre dicas para redação. Então, listamos aqui 10 pontos para quem quer escrever melhor:

1) Prefira a ordem direta – Sujeito – Verbo – Complemento

Claro que, em alguns casos, pode haver uma inversão dessa ordem para fins estilísticos. Contudo, o ideal é dar preferência à ordem direta, porque facilita o entendimento da mensagem.

2) Uma frase, uma ideia

Tentar falar tudo em uma frase só é um problema sério, pois se corre o risco de perder a linha discursiva e de confundir o leitor. Então, opte, na maior parte das vezes, por orações e frases mais sucintas.

Além disso, evite a todo custo o chamado parágrafo frasal, aquele que é formado por apenas um período. Além de complicar a compreensão do leitor, esse tipo de construção prejudica a coesão e a coerência do texto.

3) Parágrafos de, no máximo, sete linhas

Essa dica segue a mesma linha da anterior. Parágrafos muito longos passam a imagem de que o autor é prolixo. Além disso, é mais cansativo, visualmente, para o leitor ver blocos imensos de textos.

Lembre-se também de escrever pelo menos três períodos por parágrafo.

4) Evite repetição de palavras

Grande parte dos vocábulos da língua portuguesa possuem sinônimos. Então, a não ser que seja uma expressão muito específica, evite repetir palavras. Isso passa a impressão de falta de vocabulário e de capacidade de argumentação.

Neste outro artigo, listamos 7 estratégias para evitar repetir palavras.

5) Evite gírias e palavras não dicionarizadas 

Essa é outra situação que demonstra falta de extensão vocabular, além de ser um vício de linguagem. Em alguns assuntos mais contemporâneos, é possível abrir uma exceção a essa recomendação, mas sempre com muito cuidado e de forma bem moderada.

Vale sempre dar uma olhada no VOLP – Vocabulário da Língua Portuguesa,  da Academia Brasileira de Letras, para ver se a palavra já foi oficialmente integrada ao nosso idioma.

Também é interessante ter à mão os principais dicionários on-line, como o Priberam, o Aulete e o Michaelis.

6) Faça um roteiro prévio

Planejar o que se quer dizer ajuda a não perder o fio da meada e a garantir o encadeamento lógico das ideias. Então, gaste um tempinho construindo um roteiro simplificado antes de começar a escrever sua redação.

Nesse sentido, uma estratégia interesse é utilizar a técnica do outline, que consiste em criar um esqueleto do seu texto antes de começar a redigi-lo.

7) Leia bastante e preste atenção nas estratégias narrativas de cada autor

A leitura é um instrumento indispensável para quem quer escrever bem. A melhor estratégia é ler grandes autores e observar como eles constroem suas narrativas. Existem muitas técnicas por trás da escrita e aprender sobre elas é fundamental.

Além disso, essa bagagem literária vai ajudar a construir seu imaginário. Isso será fundamental para alimentar sua criatividade na hora de escrever.

8) Evite o uso de pronomes possessivos 

O sentido dos pronomes possessivos varia de acordo com a referência. Logo, eles podem acabar gerando ambiguidade. Veja o exemplo abaixo:

Ex: André pediu a Pedro seu lápis.

De quem é o lápis? De André ou de Pedro? Para solucionar essa questão, bastaria reordenar a frase e retirar o pronome possessivo: André pediu o lápis a Pedro.

9) Evite o uso demasiado de adjetivos

Adjetivos carregam um alto grau de subjetividade. Dessa forma, é melhor restringir o uso.

Ex1: Este carro é muito bom.

Viu como a frase ficou genérica e não acrescentou informações relevantes para o leitor? Agora, confira este outro exemplo e veja a diferença:

Ex2: Este carro possui mais durabilidade que os demais no mercado, o preço não é alto quando comparado com outros da mesma linha e ele faz um média de 15 quilômetros por litro.

Perceba que o exemplo 1 apresenta pura e simplesmente uma opinião. Já o exemplo 2 traz fatos que permitem ao leitor verificar a qualidade do automóvel.

10) Escreva sempre

A prática leva à perfeição. Malcolm Gladwell explica que, para se tornar um especialista em determinado campo, são necessárias 10 mil horas de prática. Então, o ideal é escrever o máximo possível.

Além disso, a prática contínua vai permitir que você identifique seus pontos fracos e trabalhe para melhorá-los.

Dica bônus

Acompanhe sempre o Clube do Português. Aqui temos centenas de artigos, que vão te ajudar a ficar afiado na língua portuguesa e a escrever cada vez melhor. Para não perder nenhuma atualização, inscreva-se na nossa newsletter e receba artigos toda semana direto na sua caixa de e-mail.

Gostou do texto? Então, vale conferir nosso vídeo sobre como escrever um parágrafo perfeito:

Deixe uma resposta

© 2021 Clube do Português

Theme by Anders NorenUp ↑