Clube do Português

Língua portuguesa para produtores de conteúdo

Mês: maio 2019

Gerundismo: evite esse vício de linguagem

Gerúndio: usado por muitos, odiado por vários.Essa forma nominal do verbo sofre de mau uso. Por isso, acaba por levar uma fama que não merece.

Quando usar o gerúndio?

O gerúndio deve ser utilizado para indicar atividades contínuas. O problema é que muita gente o usa para expressar ações que não têm essa característica.

Um caso clássico é o telemarketing.

Atire a primeira pedra que nunca ouviu um “vou estar transferindo sua ligação”.

O correto aqui seria um simples e efetivo “vou transferir sua ligação”. Mais prático impossível.

Uma dica matadora sobre o gerúndio é: empregue essa forma verbal com significado adverbial.

Mas que diabo é isso, Pedro? Calma, eu explico.

Use o gerúndio para mostrar a forma como determinada ação é praticada.

Ex1: Paulo vai para casa caminhando.

Ex2: O pintor trabalha assobiando.

Continue reading

Queísmo: 5 dicas práticas para não repetir o “QUE”

O queísmo é uma vício de linguagem que empobrece seu texto. Confira 5 dicas práticas para fugir dele.

Hoje quero falar com você sobre um vício que estraga bons textos: o queísmo. Essa partícula é a erva daninha da escrita. É só você se distrair e logo seu conteúdo está infestado de “que” pra todo lado.

Por isso, vou compartilhar 5 técnicas para eliminar essa praga.

1) Use a oração reduzida de infinitivo

Ex: Planeje-se para que não haja prejuízo.

Agora, com o infinitivo.

Ex: Planeje-se para não haver prejuízo.

2) Use a oração reduzida de particípio passado

Ex: O chefe quer que as obras recomecem.

Vejamos como fica com o particípio.

Ex: O chefe quer as obras recomeçadas.

Continue reading

3 elementos essenciais de textos irresistíveis

Um texto é composto de três elementos essenciais.

Ignorar qualquer um deles pode prejudicar sua comunicação e criar ruído. E ruído gera mal-entendidos.

Então, vamos falar de cada um deles para você não cair nessa armadilha.

O post é um pouco mais longo, mas te garanto que, se você ler tudo, sua visão sobre produção de conteúdo vai se transformar radicalmente.

1) Quem fala

Você é parte ativa da sua mensagem. Os leitores sempre vão avaliar sua formação e sua experiência para julgar seu conteúdo.

Quando eu digo que fiz um pós-graduação em revisão de texto e que já corrigi milhares de páginas, isso passa mais credibilidade para o que eu falo.

Pelo menos no início da conversa.

A forma como você se comporta também influencia a percepção do seu texto.

De nada adianta criar um conteúdo de primeira linha se você for alguém detestável.

Isso, com certeza, fará as pessoas se afastarem de você.

Continue reading