Por Pedro Valadares

Mês: março 2020

Interrogativa geral x Interrogativa parcial – qual a diferença?

Existem dois tipo de entoação interrogativa: a geral e a parcial. Neste artigo, vamos explicar a diferença e quando utilizar cada uma. Vamos lá!

Interrogação geral

De acordo com o mestre Evanildo Bechara, em seu livro “Lições de Português pela análise sintática”, a interrogativa geral é aquela em que a resposta se resume a “sim” ou “não”.

Ex1: Você vai na festa a amanhã?

Ex2: Vai chover amanhã?

Ex3: A loja abre aos domingos?

Normalmente, quando utilizamos esse tipo de pergunta, buscamos respostas curtas e factuais. Não há uma preocupação de se aprofundar muito no tema.

Essas interrogativas normalmente sugerem uma conversa rápida. Por isso, quando essa expectativa é quebrada, gera-se um incômodo.

Por exemplo, se você pergunta se a padaria estará aberta amanhã, fica implícito que não deseja receber uma resposta longa e detalhada.

Continue reading

Coronavírus ou coronavirus – tem acento?

Infelizmente, essa palavra se popularizou rapidamente. E com esse crescimento no uso do termo, surge a dúvida se ele tem ou não tem acento (o certo seria coronavírus ou coronavirus?). Neste artigo, vamos tratar dessa questão. Vamos lá!

Um lembrete

Identificar corretamente a sílaba tônica é meio caminho andado para utilizar bem os acentos. Por isso, vamos relembrar rapidamente alguns conceitos importantes:

OXÍTONA – Sílaba tônica é a última da palavra. ex: picolé, chulé, chaminé.
PAROXÍTONA – Sílaba tônica é a penúltima da palavra. ex: caráter, difícil, médio.
PROPAROXÍTONA – Sílaba tônica é a antepenúltima da palavra.
ex: oxítona, médico, penúltima.
Continue reading

O Que é Estrangeirismo e quais as palavras mais adotadas no nosso vocabulário?

A imagem mostra um quadro com vários nomes em inglês, como workshop, motivation, success, results, etc.
Imagem: Unist

A língua portuguesa teve suas origens no latim, assim como o italiano, francês, romano, espanhol e outras. E ela evoluiu ao longo dos anos juntamente com seus falantes. E podemos dizer, através de uma metáfora, que toda língua é um organismo vivo que está sujeito a constantes mudanças e adaptações.

Basta olhar registros de falantes de décadas ou centenas de anos atrás para perceber o caráter mutável e o fenômeno da transformação. E uma das formas que potencializam essas mudanças é a entrada de outras palavras através de falantes de outras línguas.

Esse fenômeno conhecido como estrangeirismo não é recente. Desde sempre as línguas se beneficiaram de palavras advindas de outros idiomas.

O Brasil, particularmente, agregou milhares de termos de línguas estrangeiras através da cultura e das pessoas que chegavam ao nosso país, fazendo com que o português falado no Brasil tivesse nuances que acabam por diferenciá-lo daquele falado em Portugal. E esses “empréstimos linguísticos” acabaram por acrescentar termos que enriqueceram nossa forma de se comunicar, apesar de alguns linguistas tradicionais olharem com cautela tal fato.

Um dos idiomas que mais contribuíram e ainda contribuem para a construção do nosso vocabulário é a língua inglesa. E apesar de existirem algumas diferenças entre o português e o inglês, nós incorporamos várias expressões utilizadas comumente em diversas áreas.

Isso se dá porque o inglês é a mais influentes das línguas faladas no mundo, sendo considerada a linguagem universal, assim como o francês já foi um dia.

As palavras e expressões são utilizadas em diversas áreas comuns: alimentação, hábitos, moda, comportamento, tecnologia e informática, comunicação e marketing, dentre outras.

Continue reading

Povo x População – qual a diferença?

A imagem mostra um mapa e, em cima dele, há um boneco de um homem com uma mala com a mala levantada.
Os dois conceitos são ou não são sinônimos?

Muita gente usa os termos povo e população como sinônimos, mas será que eles têm o mesmo significado? Neste artigo, vamos explicar a diferença entre esses dois conceitos. Vamos lá!

População

As distinções entre essas duas palavras vêm mais do mundo jurídico do que do dicionário em si.

Segundo a professora Nathália Masson, população é um conceito numérico. Nesse sentido, ele indica a quantidade de pessoas que vivem em determinado território.

Assim, é irrelevante se o indivíduo é ou não um nacional daquela localidade. A população abrange aqueles que nasceram naquele local, mas também todos os outros estrangeiros que vieram de outros destinos, mas que lá estão naquele momento.

Continue reading

© 2020 Clube do Português

Theme by Anders NorenUp ↑