A era da comunicação digital deixou tudo mais dinâmico. Contudo, muitas vezes, vacilamos na escrita e acabamos fazendo papel de bobo. Neste artigo, listamos aqui 5 erros recorrentes que você deve evitar de qualquer maneira.

1) Confundir “mas” com “mais”

Mas = porém, contudo, entretanto, todavia.

Ex: Eu queria ir à festa, mas estou sem dinheiro.

Mais = oposto de menos.

Ex: Hoje está mais frio que ontem.

2) Escrever “de repente” junto

Nunca, mas NUNCA mesmo, escreva “derrepente”.

“Repente” significa algo que acontece de súbito, inesperadamente. Então, a locução adverbial é formada pela preposição “de” + o substantivo “repente” => De repente.

Ex: De repente, o carro atravessou a pista e bateu no muro.

3) Confundir “a gente” com “agente”

A gente = locução pronominal.

Ex: A gente foi ao mercado comprar os ingredientes do bolo.

Agente = substantivo comum.

Ex: O agente de polícia prendeu o bandido.

4) Escrever “seje” e “esteje”

Atenção!

A primeira e a terceira pessoa do presente do subjuntivo e a terceira do imperativo dos verbos “ser” e “estar” sempre terminam com a letra “a”.

Ex¹: Espero que você esteja bem.

Ex²: Seja feliz, porque você merece.

5) Usar “meia” no lugar de “meio”

Meio = mais ou menos (termo invariável)

Ex: Estou meio cansada.

Meia = metade ou peça de vestuário (termo variável)

Ex¹: No café da manhã, comi meia maça.

Ex²: Como está muito frio, vou dormir de meia.

Gostou do artigo? Então, vale a pena assistir ao vídeo sobre três prejuízos que os erros de português podem trazer para sua carreira:

*

Inscreva-se para fazer parte do clube de português gratuitamente e receber dicas para te deixar afiado na língua.