Um homem de barba faz crochê.
Tem ou não tem crase?

A mão ou à mão? A expressão leva ou não leva crase? Neste artigo, vamos resolver essa dúvida. Vamos lá!

Semântica x Sintaxe

Essa questão é um pouco polêmica. A crase com “à mão” é mais semântica, que sintática.

Na língua portuguesa, convencionou-se usar a crase nas locuções adverbiais formadas por palavras femininas. É exatamente o caso de “à mão”.

Há, no entanto, uma corrente minoritária de gramáticos que defende que não se deve usar o acento grave. Eles argumentam que não há um encontro entre a preposição “a” com o artigo feminino “a”.

Põe a crase ou tira a crase?

O mais prudente é usar a crase no caso dessa expressão, até para diferenciar o sentido.

Por exemplo, veja os casos abaixo:

1) Ele costura a mão (“a mão” aqui é objeto direto, que indica o que está sendo costurado).

2) Ele costura à mão (aqui “à mão” é locução adverbial, que dá ideia de maneira).

Percebeu como a crase altera o significado das frases?

Gostou do texto? Então, vale a pena assistir à aula completa e gratuita que preparamos sobre a crase:

***

Inscreva-se para fazer parte do clube de português gratuitamente e receber dicas para te deixar afiado na língua (link para um nova página do site) .

Matricule-se agora no nosso curso “Português para produtores de conteúdo” (link para um novo site).