A forma correta é afro-brasileiro. Neste artigo, vamos explicar por que essa palavra é escrita com hífen. Vejamos.

Adjetivos pátrios

Quando faz parte de adjetivos pátrios compostos, o termo afro exerce a função de adjetivo (como abreviação de “africano”), e não de prefixo. Por essa razão, devemos utilizar o hífen para separá-lo do vocábulo seguinte. Assim, a grafia correta é afro-brasileiro.

  • Minha avó é afro-brasileira.
  • Gosto muito de cantores afro-brasileiros.

Vale destacar que essa mesma regra se aplica a outros gentílicos formados com “afro”:

  • afro-americano;
  • afro-lusitano;
  • afro-inglês;
  • afro-francês;
  • afro-asiático;
  • afro-cubano.

Afrodescendente x Afro-brasileiro

Diferentemente do que ocorre com o vocábulo afro-brasileiro, na palavra afrodescendente, afro atua com prefixo. Dessa forma, não devemos utilizar o hífen.

  • Minha avó é afrodescendente.
  • Gosto muito de cantores afrodescendentes.
  • Qual o plural de afro-brasileiro?

    Em regra, nos adjetivos compostos, somente o segundo termo vai para o plural. Logo a forma correta é afro-brasileiros.

    • O racismo afeta principalmente os cidadãos afro-brasileiros.

    Vale dizer, por fim, que, por derivação imprópria, o termo pode também funcionar como substantivo:

    • Os afro-brasileiros sempre lutaram por seus direitos.

    *

    Gostou do artigo? Então, vale a pena aprofundar seus conhecimentos com nosso Guia Completo do Hífen.