As expressões a tarde, à tarde e atarde existem na língua portuguesa, mas elas possuem funções e significados diferentes. Neste artigo, vamos mostrar quando usar cada uma. Vejamos!

1) A tarde

A expressão a tarde representa o simples encontro entre o artigo definido feminino “a” e o substantivo feminino “tarde”. Vejamos alguns exemplos:

  • A tarde estava muito ensolarada naquele dia. Por isso, decidimos sair para passear.
  • A tarde parece mais do quente que a manhã.
  • A parte do dia que mais gosto é a tarde, porque é quando encontro meus amigos.

2) À tarde

À tarde, com crase, é uma locução adverbial de tempo. Ela indica o período do dia em que determinada ação é realizada.

A expressão recebe o acento grave, porque todas, no português, todas as locuções com núcleo feminino são craseadas (ex: à tarde, à noite, à toa, à moda, etc.).

Vamos conferir alguns casos de uso desse termo:

  • Eu vou ao colégio hoje à tarde, porque tenho aulas de reforço.
  • À tarde, tenho que ir ao supermercado.
  • O tempo é mais ameno à noite do que à tarde.

3) Atarde

Por fim, o termo atarde é a conjugação do verbo atardar na 1ª e na 3ª pessoa do presente do subjuntivo:

  • que eu atarde
  • que tu atardes
  • que ele atarde
  • que nós atardemos
  • que vós atardeis
  • que eles atardem

O verbo atardar é sinônimo de demorar ou atrasar. Vejamos alguns exemplos de uso desse vocábulo:

  • Caso eu atarde, vocês podem começar a reunião sem mim.
  • Não atarde para chegar a escola, pois sua primeira aula começa às 8h.
  • Espero que o filme não atarde a começar.

*

Gostou do artigo? Então, vale a pena aprofundar seus conhecimentos com nosso Guia Completo da Crase.

*

Assista também ao nosso vídeo sobre quando usar crase com os pronomes demonstrativos “aquele” e “aquela”: