Por Pedro Valadares

Categoria: Glossário (Page 1 of 3)

Fonética articulatória, acústica e auditiva – qual a diferença?

A imagem mostra uma menina e um robô e simboliza como os conceitos de fonética articulatória, acústica e auditiva vêm sendo usados no campo da inteligência artifical.
Esses conceitos vêm sendo usados no campo da Inteligência Artificial

A fonética é o campo da gramática que, segundo o professor Napoleão Mendes de Almeida, estuda os vários sons ou fonemas linguísticos.

Ela se divide em três áreas: articulatória, acústica e auditiva. Neste artigo, você vai entender cada uma delas. Vamos lá!

1) Fonética articulatória

Esse ramo da fonética estuda como os sons são produzidos no aparelho fonador (veja imagem abaixo):

A imagem mostra um aparelho fonador do corpo humano.

Antes de avançarmos com as explicações, é importante diferenciar dois conceitos: voz e fala.

Segundo, Izabel Seara, Vanessa Nunes e Cristiane Lazzarotto-Volcão, a voz pode ser definida como o som produzido a partir da vibração das pregas vocais. Já a fala é o resultado da articulação desse som.

Dito isso, vale destacar que esse segmento busca avaliar as propriedades articulatórias, que, segundo Markus Dicknson, Chris Brew e Detmar Meurers, são três:

Continue reading

Aposto: 7 tipos que você precisa conhecer

A imagem mostra um caderno sobre uma mesa. Em cima, há uma tarja na qual está escrito: aposto - o que é, tipos e exemplos.
Aprenda quando utilizar cada tipo de aposto.

Um aposto é um termo usado junto a outro com valor substantivo ou pronominal para explicá-lo ou especificá-lo melhor.

Neste artigo, vamos explicar os 7 tipos que existem. Também vamos te mostrar quando utilizar cada um. Vamos lá!

1 – Aposto resumidor ou recapitulativo

Resume uma sequência de termos, usando os pronomes indefinidos “tudo”, “nada”, “nenhum”.

Deve-se usar pontuação antes do pronome indefinido.

Ex1: Falei com Márcia, Rafaela e Daniel, todos estavam bem.

Ex2: Bebida, festas, viagens, nada me alegrava.

Continue reading

Gerúndio simples e composto – qual a diferença?

Quando usar o gerúndio simples e o composto?

O gerúndio é uma das formas nominais dos verbos.  Ele pode ser simples ou composto. Neste artigo, explicamos a diferença entre os dois e quando e como usá-los. Vamos lá!

Gerúndio simples

Essa forma tem como objetivo representar uma ação contínua, que ainda não foi finalizada.

ex¹: João não pode sair agora, porque está estudando.

ex²: Estou trabalhando em um novo livro no momento.

Continue reading

Verbo vicário: o que é isso?

Afinal de contas, o que é um verbo vicário? Neste artigo, vamos explicar melhor essa classificação e mostrar como utilizá-la para deixar seu texto mais coeso. Vamos lá!

Substituição

Os verbos vicários são aqueles que substituem outros, evitando a repetição desnecessária. Dessa forma, eles funcionam como elementos coesivos. Vejamos:

  • Depois que casou, Rita não sai mais como saía antigamente.
  • Depois que casou, Rita não sai mais como fazia antigamente.

Perceba que o verbo fazer toma o lugar do verbo sair. Nesse caso, um termo atua como uma espécie de sinônimo do outro.

Continue reading

Conotação x Denotação – qual a diferença?

literal x figurado

Qual a diferença entre conotação e denotação?

Entenda a diferença entre o sentido literal e o sentido figurado

As palavras não possuem significados estanques e estáticos, como já explicamos aqui, elas podem sofrer alterações semânticas. Isso significa que, além do sentido literal, os vocábulos podem adquirir outros sentidos mais metafóricos. É aí que entra a diferença entre conotação e denotação. Vejamos!

Denotação

O sentido denotativo é também conhecido como literal ou próprio. Em outras palavras, ele representa o significado puro e bruto da palavra.

ex: Usei o lápis para rabiscar o papel.

Perceba que o verbo rabiscar não apresenta alteração semântica, ou seja, ele diz exatamente o que quer dizer, não acrescentando sentidos metafóricos.

Continue reading

Criptografia – o que significa essa palavra?

O que é criptografia?

Entenda o significado da palavra.

Criptografia – com a crescente preocupação com a segurança da informação, essa palavra tem ganhado cada vez mais destaque. Neste artigo, explicamos o seu significado e sua origem. Vamos lá!

Significado

O substantivo feminino se refere, segundo o dicionário Houiss, ao conjunto de princípios e técnicas empregadas para cifrar a escrita, torná-la ininteligível para os que não tenham acesso às convenções combinadas. A criptografia é muito utilizada em operações militares, políticas, diplomáticas e criminais. Ela tem como objetivo modificar textos para impedir a sua compreensão pelos que não conhecem seus caracteres ou convenções.

Continue reading

Burburejar – descubra o significado da palavra agora mesmo!

burburejar

O que significa?

A coluna  palavra da semana tem como objetivo enriquecer seu vocabulário para te ajudar a tornar seus textos mais atraentes.  O vocábulo de hoje é burburejar.

PAUSA: Antes de terminar a leitura, vale a pena você dar uma conferida no significado da palavra LIBENTE.

Definição

Burburejar é um verbo intransitivo significa “ter ou fazer som de água em borbulhas”.

Ex: Ouvi a água que fervia no fogão burburejar.

O vocábulo surge da onomatopeia do som de borbulhas.

Onomatopeia

A onomatopeia é uma figura de linguagem que consiste na formação de palavras que representam ou simulam um som.

ex: tique-taque, atchim, chuá.

VEJA MAIS: Para complementar seu estudo, recomendamos a leitura do artigo que fizemos sobre 5 figuras de linguagem úteis para o seu texto.

Assista também:

***

Matricule-se agora no nosso curso “Português para produtores de conteúdo”   – http://onovomercado.com.br/cursos/portugues

Inscreva-se para fazer parte do clube de português gratuitamente e receber dicas para te deixar afiado na língua
– https://clubedoportugues.com.br/clube/

LIBENTE: o que é isso?

o que é libente?

Qual o significado da palavra?

A partir de agora, teremos a coluna “Palavra da Semana”. Divulgaremos o significado de uma palavra diferente.

Hoje, a palavra é LIBENTE. Vem do latim “libens”, que significa fazer voluntariamente, com gosto. O adjetivo é usado para descrever aquilo ou quem demonstra boa vontade em tudo o que faz; afável, amável.

Uniforme x Biforme

Libente é um adjetivo uniforme. Ou seja, ele não varia em gênero com o substantivo que qualifica.

Continue reading

O que é interjeição?

Veja o que é e quais as classificações das interjeições.

CUIDADO! O termo anterior é uma interjeição. Trata-se de uma classe gramatical utilizada para expressar emoções. A classificação de cada uma, como explicam Celso Cunha e Lyndley Cintra, depende fundamentalmente do contexto e da entonação.

Flexão

As interjeições são expressões invariáveis, ou seja, não possuem flexão de número (singular x plural), de gênero (masculino x feminino) nem de grau (comparativo x superlativo). Quando são compostas por mais de uma palavra, formam as chamadas locuções interjectivas.

ex: Ora, bolas!; ai de mim!; valha-me Deus!.

É importante destacar também que as interjeições não possuem função sintática, sendo apenas um elemento estilístico.

Continue reading

O que é aposto?

Descrição da imagem: Mulher faz anotações no caderno com uma caneta.

Descrição da imagem: Mulher faz anotações no caderno com uma caneta.

Existe um termo muito importante na língua portuguesa – o aposto. Neste texto, vou conceituar, classificar e dar exemplos de como e quando utilizá-lo. Também irei explicar a diferença entre aposto e vocativo.

Aposto

O aposto é um substantivo que explica, detalha, esclarece ou detalha outro.

ex: Júlio, primo de Maria, passou no vestibular.

Perceba que o termo “primo de Maria” acrescenta uma informação sobre quem é Júlio. Logo, estamos diante de um aposto. 

O aposto pode ser:

Continue reading

« Older posts

© 2020 Clube do Português

Theme by Anders NorenUp ↑