Clube do Português

Por Pedro Valadares

Categoria: Ortografia (page 1 of 10)

Cloroquina – qual a origem da palavra?

Cloroquina: essa palavra ganhou muito destaque por causa da crise gerada pela Covid-19. Neste artigo, você vai conhecer a origem e os usos do termo e o processo de formação do vocábulo. Vamos lá!

Etimologia

A foto mostra a planta chamada quina ou quinina, que deu origem à cloroquina.
Quina ou Quinina (foto do site “Tua Saúde”)

O termo nasceu da junção do prefixo cloro, que designa algo que é verde ou – mais modernamente – algo que contém cloro, com o substantivo feminino quina ou quinina, que é o nome de uma planta usada originalmente pelos indígenas para curar suas dores e febres.

Então, estamos diante de um substantivo feminino derivado, formado por derivação prefixal: cloro + quina.

Vale destacar ainda que o prefixo cloro vem do grego khlōris. Ele indica, como dito antes, algo esverdeado. É usado, por exemplo, no vocábulo clorofila.

O prefixo é utilizado também na química para indicar a presença de cloro em algum composto ou substância (ex: clorofórmio).

Continue reading

Lockdown: o que é isso?

A imagem mostra uma praça fechada e vazia. Em cima, está escrito: lockdown - significado e origem da palavra.
Entenda como utilizar esse estrangeirismo no seu texto

Com a crise do coronavírus, mais uma palavra foi incorporada ao nosso vocabulário: lockdown. Neste artigo, vamos explicar o significado e a origem do termo. Vamos lá!

Origem

A palavra vem do inglês antigo da união das palavras “loc” e “doun”. Até 1975, o termo definia o ato de manter prisioneiros em suas celas, mas hoje ele também indica diferentes protocolos de isolamento de pessoas em diversas situações para evitar algum perigo ou malefício.

A tradução literal da expressão para o português é confinamento ou bloqueio. Na atual conjuntura, ela vem sendo usada para denominar a estratégia de fechar uma região para interditar vias e proibir deslocamentos e viagens não essenciais. 

É uma das medidas mais extremas para conter a proliferação da Covid-19 e evitar o colapso do sistema de saúde.

Continue reading

Milionário x Milhonário – qual a forma correta?

A imagem mostra um homem de terno e gravata. Ele está com várias notas de dólares nas mãos. Ao lado, está escrito: milionário ou milhonário.
Qual a maneiro adequada de escrever a palavra?

Afinal de contas, qual a grafia certa: milionário ou milhonário? Neste artigo, vamos tirar essa dúvida e te mostrar a origem da palavra. Vamos lá!

A questão do milhão

Apesar de se referir a uma pessoa que possui milhões , o adjetivo milionário se escreve apenas com L, sem H.

Isso porque a palavra vem do francês millionnaire, que é derivada de million e cujos grafemas LL evoluíram para um L só.

Ex1: Ele se tornou milionário ainda jovem, quando herdou a empresa dos pais.

O termo também pode significar algo que custa milhões em recursos financeiros.

Ex2: O acionista teve prejuízos milionários após a fraude.

OBS: Se você quiser entender como palavras estrangeiras ingressam no nosso idioma, leia nosso artigo sobre estrangeirismo).

Continue reading

Coronavírus ou coronavirus – tem acento?

Infelizmente, essa palavra se popularizou rapidamente. E com esse crescimento no uso do termo, surge a dúvida se ele tem ou não tem acento (o certo seria coronavírus ou coronavirus?). Neste artigo, vamos tratar dessa questão. Vamos lá!

Um lembrete

Identificar corretamente a sílaba tônica é meio caminho andado para utilizar bem os acentos. Por isso, vamos relembrar rapidamente alguns conceitos importantes:

OXÍTONA – Sílaba tônica é a última da palavra. ex: picolé, chulé, chaminé.
PAROXÍTONA – Sílaba tônica é a penúltima da palavra. ex: caráter, difícil, médio.
PROPAROXÍTONA – Sílaba tônica é a antepenúltima da palavra.
ex: oxítona, médico, penúltima.
Continue reading

Mexer x Mecher – qual a forma correta?

Segundo as regras ortográficas da língua portuguesa, a forma correta de escrita da palavra é mexer, com a letra x. A grafia mecher está em desacordo com a gramática normativa e não deve ser utilizada na escrita.

Continue reading

A seu dispor ou ao seu dispor – qual a forma correta?

Afinal de contas, qual a forma correta: a seu dispor ou ao seu dispor? Neste artigo, vamos acabar de vez com essa dúvida. Vamos lá!

Artigo

Antes dos pronomes possessivos – como seu, sua, nosso, vossa, tua, entre outros -, o uso do artigo é opcional. Veja os exemplos abaixo:

ex1: O seu vizinho chegou.

ex2: Seu vizinho chegou.

Logo, tanto a seu dispor quanto ao seu dispor estão corretos.

ex3: Estou ao seu dispor sempre que precisar.

ex4: Sempre estive a seu dispor em todas as situações.

Continue reading

Cujo: 3 regras para nunca mais errar o uso do pronome

O pronome relativo cujo possui algumas particularidades. Neste artigo, vamos ensinar três regras simples para você nunca mais errar quando tiver de empregar esse termo. Vamos lá!

1) Entre substantivos

O pronome irá sempre aparecer entre dois substantivos. Ele estabelece uma relação de posse entre dois termos.

ex1: Li um livro cujos autores são muito conscientes.

ex2: O carro cujo dono mora naquela casa está fechando a rua.

Continue reading

Mediam x Medeiam – qual a forma correta?

Acerte a conjugação do verbo mediar

O verbo mediar apresenta uma conjugação que confunde muitas pessoas. Neste artigo, vamos explicar se a forma correta é eles mediam ou eles medeiam. Vamos lá!

Presente do indicativo do verbo mediar

Na 3ª pessoa do plural do presente indicativo, a conjugação correta é medeiam.

ex¹: Os árbitros medeiam as partidas.

ex²: Eles medeiam vários acordos.

O mesmo padrão se repete na outras pessoas. Veja:

(Eu) medeio;
(Tu) medeias;
(Ele) medeia;
(Nós) mediamos;
(Vós) mediais;
(Eles) medeiam.

Continue reading

Paralisação x Paralização – qual a forma correta?

fila de carros esperando para abastecer

A forma correta é paralisação ou paralização? É com S ou com Z? Neste artigo, acabamos de vez com essa dúvida e explicamos uma regra ortográfica valiosa. Vamos lá!

Entre vogais

Antes de irmos ao cerne da questão, vale a pena dar uma olhada em uma regra interessante da língua portuguesa. Na maioria das vezes, a letra S, quando aparece entre vogais, tem som de Z. Vejamos alguns exemplos: asa, casa, vaso, Marisa, atraso, acaso, etc.

Com S ou com Z?

Agora que você já conhece o macete, fica fácil matar a charada. A forma correta de grafar a palavra é paralisação.

ex: A paralisação dos caminhoneiros gerou escassez de vários produtos.

Perceba que a mesma regra vale para o vocábulo paralisia. Você viu ali o S entre as vogais?

ex: Há uma séria paralisia na política brasileira atualmente.

Gostou da texto? Então, continue seus estudos e assista ao vídeo que fizemos sobre ANÁFORA:

***

Inscreva-se para fazer parte do clube de português gratuitamente e receber dicas para te deixar afiado na língua (link para um nova página do site) .

Matricule-se agora no nosso curso “Português para produtores de conteúdo” (link para um novo site).

Méis x Meles – qual o plural de mel?

Afinal de contas, qual o plural da palavra mel?  Neste artigo, vamos acabar com essa dúvida e detalhar um pouco mais esse termo. Vamos lá!

Duas formas

O plural do substantivo mel pode ser MÉIS OU MELES. Vejamos:

Ex1: Você pode escolher entre vários tipos de méis para passar na torrada.

Ex2: Você pode escolher entre vários tipos de meles para passar na torrada.

Mel

A palavra tem origem no latim mellis, o que ajuda a entender a forma plural meles. O termo indica, segundo o dicionário Priberam, uma substância espessa e doce, amarelada ou acastanhada, produzido pelas abelhas a partir do néctar das flores e armazenado nos favos.

Gostou do texto? Então continue aprendendo e assista ao vídeo que fizemos sobre HIPÉRBATO:

***

Inscreva-se para fazer parte do clube de português gratuitamente e receber dicas para te deixar afiado na língua (link para um nova página do site) .

Matricule-se agora no nosso curso “Português para produtores de conteúdo” (link para um novo site).

« Older posts

© 2020 Clube do Português

Theme by Anders NorenUp ↑