O queísmo é uma vício de linguagem que empobrece seu texto. Confira 5 dicas práticas para fugir dele.

Hoje quero falar com você sobre um vício que estraga bons textos: o queísmo. Essa partícula é a erva daninha da escrita. É só você se distrair e logo seu conteúdo está infestado de “que” pra todo lado.

Por isso, vou compartilhar 5 técnicas para eliminar essa praga.

1) Use a oração reduzida de infinitivo

Ex: Planeje-se para que não haja prejuízo.

Agora, com o infinitivo.

Ex: Planeje-se para não haver prejuízo.

2) Use a oração reduzida de particípio passado

Ex: O chefe quer que as obras recomecem.

Vejamos como fica com o particípio.

Ex: O chefe quer as obras recomeçadas.

3) Inverta a ordem da frase

Ex: O chefe quer que as obras recomecem.

Usemos a inversão.

Ex: O chefe quer o recomeço das obras.

4) Use o pronome oblíquo

Ex: Queria que o senhor se lembrasse.

Vamos dar uma olhada como fica com o pronome.

Ex: Queria lembrá-lo.

5) Troque a oração adjetiva por uma locução adjetiva

Ex: A mulher que estava vestida de vermelho se levantou.

Vamos substituir pela locução.

Ex: A mulher vestida de vermelho se levantou.

Exercício para combater o queísmo

Agora que você já conhece as técnicas para fugir do queísmo, quero te propor um exercício.

Depois escrever um texto, conte os “quês” e corte metade deles. Com a prática, você já vai começar a pensar automaticamente suas frases sem essa partícula

Seu conteúdo vai ficar muito mais fluido e gostoso de ler.

Gostou do artigo? Então, continue seus estudos e assista a aula completa sobre a crase:

Inscreva-se para fazer parte do clube de português gratuitamente e receber dicas para te deixar afiado na língua (link para um nova página do site) .

Matricule-se agora no nosso curso “Português para produtores de conteúdo” (link para um nova página do site) .