Neste artigo, você vai encontrar uma lista de articuladores textuais. Esses conectivos têm a função de relacionar as diferentes partes de um texto e de garantir a coesão da escrita.

Segundo as professores Ingedore Koch e Vanda Maria Elias, os articuladores se dividem em cinco grandes grupos. Vejamos!

Articuladores de ordenação no tempo e no espaço

O objetivo desse grupo de articuladores é sinalizar relações espaciais ou temporais, indicando e organizando a sequência de episódios e referências em um texto.

ex: antes, depois, em seguida, defronte de, além, do lado direito, do lado esquerdo, a primeira vez que, a última vez que, muito tempo depois, logo depois, etc.

Articuladores de relações lógico-semânticas

Esses conectivos estabelecem relações entre os conteúdos de duas orações. Eles se dividem nos seguintes grupos:

  • Condicionalidade: se, caso, desde que, contanto que, a menos que, a não ser que.
  • Causalidade/Causa: porque, como, pois, porquanto, já que, uma vez que, dado que, visto que.
  • Medição/finalidade: para que, a fim que, com o objetivo de, com a meta de.
  • Disjunção ou alternância: ou.
  • Temporalidade:
    • Tempo exato, pontual: quando, mal, assim que, nem bem, logo que.
    • Tempo anterior: antes que.
    • Tempo posterior: depois que.
    • Tempo simultâneo: enquanto, ao mesmo tempo que.
    • Tempo progressivo: à medida que, à proporção que.
  • Conformidade: como, conforme, consoante, segundo.
  • Modo: sem que.

Articuladores discursivo-argumentativo

Diferentemente dos conectivos lógico-semânticos, os articuladores discursivo-argumentativos têm uma função mais ampla. Eles encadeiam não só orações, mas também períodos e até parágrafos de um textos.

Eles se dividem nos seguintes grupos:

  • Conjunção/soma/adição: e, também, não só…mas também, tanto…como, além de, ainda, nem.
  • Disjunção argumentativa: ou.
  • Oposição: porém, todavia, contudo, entretanto, no entanto, embora, apesar de.
  • Explicação/justificativa: pois, que, porque.
  • Comprovação: tanto que.
  • Conclusão: logo, portanto, por isso, por conseguinte, então, dessa forma, em conclusão, em suma.
  • Comparação: tão…que, mais…que, menos…que.
  • Generalização/extensão: aliás.
  • Especificação/exemplificação: como, por exemplo.
  • Correção/retificação/redefinição: ou seja, isto é, ou melhor.

Articuladores de organização textual

Segundo Koch e Elias, esses conectivos servem para organizar o texto em uma sucessão de fragmentos que se complementam e orientam a interpretação. Eles indicam abertura, intermediação e fechamento.

ex: primeiro, depois, em seguida, enfim, por um lado/por outro lado, às vezes/outras vezes, em primeiro lugar/em segundo lugar, por último, por fim.

Articuladores metadiscursivos

Esses conectivos servem para expressar um juízo de valor do autor ou para introduzir comentários. Eles se dividem em quatro subgrupos.

1) Modalizadores

São articuladores utilizados para avaliar o que foi dito como verdadeiro, obrigatório ou duvidoso.

ex: realmente, evidentemente, naturalmente, efetivamente, obviamente, reconhecidamente, logicamente, seguramente, verdadeiramente, certamente, absolutamente, indiscutivelmente, fatalmente, etc.

2) Delimitadores de domínio

Esses conectivos explicitam o âmbito dentro do qual o texto ou a argumentação se desenvolve.

ex: em termos de…, do ponto de vista de…

3) Formuladores textuais

  • Indicação do papel de uma parte do texto em relação às anteriores: em síntese, em suma, resumindo, em acréscimo a, em contrapartida, em oposição a, para terminar.
  • Introdução de um novo tópico: quanto a, em relação a, no que diz respeito a, a respeito de, no que tange a, no que concerne a, com referência a, relativamente a.
  • Interrupção ou reintrodução de um assunto: voltando ao temo, relembre-se que, ressalta-se que, é bom lembrar que, vale destacar que.

4) Indicadores da propriedade autorreflexiva da linguagem

São aqueles que indicam uma autocorreção de quem escreve ou uma necessidade de reformulação ou de detalhamento de determinada passagem.

ex: digamos assim, podem dizer assim, por assim dizer, em outras palavras, quer dizer.

*

Gostou do texto? Então, inscreva-se para fazer parte do clube de português gratuitamente e para receber dicas para te deixar afiado na língua (link para uma nova página do site) .