No contexto da Literacia Familiar, as práticas de contatos com a escrita dividem-se em dois grupos: exposição à escrita e práticas da escrita.

A exposição à escrita objetiva colocar as crianças em contato com os mais variados materiais escritos, além de chamar a atenção para a presença da escrita em sua vida cotidiana. Desse modo, as crianças compreendem que a escrita possui inúmeros propósitos e funções.

Mais além estão as práticas da escrita, as quais visam incentivar as crianças a exercitarem a escrita desde cedo. Normalmente, inicia-se por desenhos, avança para as grafias inventadas, depois para as letras, para a formação de palavras e frases e chega a textos simples e complexos. Com isso, as crianças exercitam a coordenação motora fina e descobrem mais uma forma de expressão — os textos.

Portanto, ao executar tais práticas com seu filho, você estará ajudando-o a reconhecer que vive cercado de textos e que também é capaz de produzi-los.

Como praticar os contatos com a escrita?

  1. Coloque a criança em contato com a escrita

Por mais que estejamos rodeados de textos em todo lugar, por vezes não nos atentamos a eles. Por essa razão, é importante chamar a atenção de seu filho para a presença da escrita em materiais impressos, tais como livros, anúncios, bilhetes, cartas, placas etc.

  1. Leia em voz alta

Quando estiver perto da criança, procure ler em voz alta para que ela perceba que a escrita faz parte do cotidiano dela. Leia rótulos de embalagens, manuais de instrução, receitas culinárias, cardápios, panfletos, outdoors, placas de trânsito etc.

  1. Escreva na frente de seu filho

Escreva na frente de seu filho e aproveite para explicar o que está fazendo: “Veja só, filho, a mamãe está escrevendo a lista de compras!”.

  1. Nomeie os objetos da casa

Com adesivos de papel, nomeie por escrito cada objeto da casa. Se seu filho já souber escrever, convide-o para ser seu ajudante.

  1. Facilite o acesso a materiais impressos

Deixe livros, gibis, jornais, revistas, entre outros materiais impressos ao alcance de seu filho. Espalhe-os pela casa de forma que estejam sempre sendo vistos e, consequentemente, lembrados e manuseados.

  1. Confeccione uma caixa especial da escrita

Enfeite uma caixa, deixe-a recheada de papéis em branco, lápis de cor, giz de cera, canetas coloridas, por exemplo, e use-a para presentear seu filho. Assim ele irá perceber que a escrita é uma atividade importante!

  1. Confeccionem juntos um cartaz do abecedário

Convide seu filho para confeccionar um cartaz do abecedário junto com você e escolham um local bem visível da casa para pendurá-lo.

  1. Promova exercícios de motricidade

Os exercícios de motricidade ajudam na escrita, pois fortalecem os músculos das mãos e aumentam a precisão dos movimentos. Um exemplo de exercício é pedir para que a criança colete, com pinças ou prendedores de roupas, pequenos objetos.

  1. Mostre o traçado das letras

Com crianças pequenas, mostre o traçado das letras e as encoraje a tentar imitá-lo.

  1. Ensine seu filho a escrever o próprio nome e a data de aniversário

As crianças demonstram muita felicidade ao aprender a escrever esses dados pessoais. Essa primeira conquista as encoraja a continuar e assim também escrevem o nome do papai, da mamãe, dos irmãos, da vovó, do cachorro…

  1. Deixe a criança escrever por conta própria

Uma criança já alfabetizada deve ser sempre estimulada a escrever. O estímulo pode ser para a escrita de lista de compras do mercado, um bilhete para alguém da família, cartões de Natal, um diário pessoal, um diário de viagem, livro de histórias, cartas para alguém especial etc.

Como praticar os contatos com a escrita com os bebês?

Ao contrário do que muitos pensam, a escrita pode ser estimulada ainda nos primeiros meses de vida da criança. Veja algumas dicas a seguir.

  1. Deixe seu bebê manusear materiais impressos

Permita-o manusear livremente revistas e jornais velhos, mas sempre cuidando para que não os coloque na boca. Além disso, você pode oferecer a ele livros resistentes e duráveis, feitos de papel grosso, de plástico ou de pano.

  1. Desenhe diante de seu bebê

Desenhe diante de seu bebê e narre o que você está fazendo. Para evitar que ele se machuque, prefira que ele manipule papéis e giz de cera.

  1. Ofereça como brinquedo peças com as letras do alfabeto

Ofereça como brinquedo para seu bebê blocos ou peças com as letras do alfabeto. Há também os divertidos alfabetos magnéticos, cujas letras podem ser colocadas sobre superfícies metálicas.

São inúmeras as formas de aplicar as práticas de contatos com a escrita, mas é importante não dizer que as primeiras tentativas de escrita de seu filho estão erradas ou que não correspondem à escrita de verdade. Pelo contrário, elogie e incentive as tentativas da criança!

*

Gostou do artigo? Então, vale a pena aprofundar seus conhecimentos com o Guia da Alfabetização.