Imagem-do-tumblr-gato-fala-com-mulher

Pergunta do leitor: Às vezes fico em dúvida sobre crase com preposição. “Contou o que houve a sua mãe”. Tem crase? Melhor colocar para sua mãe? O melhor é usar crase ou não usar quando houver seu, sua, minha?

Resposta:

A crase antes de pronome possessivo (seu, sua, minha, tua etc) é facultativa. Contudo, é indicado que ela seja utilizada para evitar ambiguidade.

Isso fica claro no seu exemplo: “Contou o que houve a sua mãe”. Alguns leitores podem entender que houve uma inversão entre sujeito e predicado e que o sentido da frase é: “A sua mãe contou o que houve”.

Então, para evitar essa confusão, aconselha-se utilizar a crase: “Contou o que houve à sua mãe”.

Ordem direta

No exemplo anterior, a frase sem o uso da crase poderia ser entendida como uma inversão da ordem direta:

SUJEITO + VERBO + COMPLEMENTO VERBAL

ex: Contou o que houve a sua mãe.

No ordem direta: A sua mãe contou o que houve.

Gostou deste post? Aprofunde ainda mais seus conhecimentos com nosso guia completo da crase.