Os dois-pontos são um sinal de pontuação que marca, na escrita, uma pausa moderada na leitura de uma frase ainda não concluída.

Esse sinal tem como finalidade enfatizar a informação que virá logo em seguida, a qual costuma expressar uma causa, uma consequência, uma análise, uma síntese, uma exemplificação.

Quando utilizar os dois-pontos?

Na prática, esta pontuação é utilizada nos seguintes casos:

1) Introduzir uma citação:

– Uma das frases mais famosas de “O Pequeno Príncipe” é: “Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas”.

– Já dizia Walt Disney: “Se podemos sonhar, também podemos tornar nossos sonhos realidade”.

2) Anunciar a fala de um personagem numa narrativa:

“Retraíram-se ambas silenciosas, mas insistindo as outras com alguma malícia, a Mariquinhas, que era mais desembaraçada, respondeu:

— Fernandinho já nos convidou muitas vezes; mas tem havido sempre um transtorno qualquer.

— É verdade! — observou Nicota”

(José de Alencar, Senhora)

“Álvaro quis cortar a conversação neste ponto; mas o seu companheiro prosseguiu com extrema amabilidade:

— Não entrastes por acaso na loja desse fanqueiro de que vos falei, senhor cavalheiro?”

(José de Alencar, O Guarani)

3) Introduzir uma enumeração:

– Vários são os autores clássicos estudados no curso de Letras: Machado de Assis, José de Alencar, Aluísio Azevedo, Euclides da Cunha etc.

– Comprou vários presentes caros para os filhos: computador, videogame, celular e tablet.

4) Introduzir uma explicação, um resumo ou consequência do que acabou de ser dito:

Em geral, nessa situação, os dois-pontos são empregados após as expressões “por exemplo”, “isto é”, “como”, “tais como”, “ou seja”, etc.

– Fez tudo conforme o combinado, isto é: saiu acompanhada, fez a denúncia e retornou rapidamente para casa.

– Não era inveja: era decepção e vergonha.

5) Antes de oração subordinada substantiva apositiva:

– Quero apenas um favor seu: que pague as contas amanhã.

– Tenho um grande sonho: que você viaje o mundo todo comigo.

6) Após o vocativo que introduz e-mails, cartas, ofícios, requerimentos, etc.

Neste caso, os dois pontos podem ser substituídos pela vírgula. Vejamos alguns exemplos:

Prezada senhora:

Informamos que seu atendimento precisará ser adiado para a próxima quarta-feira, no mesmo horário.

Atenciosamente,

Clínica Médica.

7) Após expressões que sugerem um adendo, tais como “nota:”, “obs.:”, “importante:”, “atenção:”, etc.

– Atenção: Proibido fumar neste local.

– Obs.: o trabalho deverá ser entregue até o dia 21 de julho.

Letra maiúscula após os dois-pontos:

De modo geral, após os dois-pontos continuamos a escrever com letras minúsculas. Utilizamos as iniciais maiúsculas nos seguintes casos:

  1. citações / discursos diretos (conforme os itens 1 e 2 deste artigo);
  2. quando a primeira palavra após a pontuação for um substantivo próprio ou uma sigla;
  3. em caso de mudança de parágrafo após a pontuação (conforme o item 6 deste artigo).

É, portanto, facultativo o uso de inicial maiúscula após os dois-pontos que integram expressões que sugerem um adendo (conforme o item 8 deste artigo).

Dois pontos x Dois-pontos – tem hífen?

De acordo com a Reforma Ortográfica, o uso do hífen na expressão é facultativo. Dessa forma, pode-se escrever dois-pontos ou dois pontos.

Recomenda-se, contudo, utilizar a forma com hífen para deixar clara que se trata do nome da pontuação, e não de um encontro do numeral “dois” com o substantivo masculino plural “pontos”. Vejamos os exemplos a seguir:

  • Os dois pontos de vacinação foram instalados perto da igreja. (numeral + substantivo)
  • Os dois pontos são muito utilizados nos textos narrativos. (nome da pontuação)
  • Os dois-pontos são muito utilizados nos textos narrativos. (nome da pontuação)

Note que o uso do hífen na terceiro frase deixa mais claro que estamos de um substantivo composto que dá nome ao sinal de pontuação.

Vale destacar por fim que o Vocabulário Oficial da Língua Portuguesa (Volp) da Academia Brasileira de Letras registra somente a forma dois-pontos, com hífen.

*

Gostou do texto? Inscreva-se para fazer parte do clube de português gratuitamente e receber dicas para te deixar afiado na língua (link para uma nova página do site).