Você já prestou atenção nos diversos sons da língua? A fonologia é a parte da gramática responsável por estudar essa questão e seus impactos na comunicação. 

Observando função, organização e classificação dos sons da língua, a fonologia também abrange aspectos relacionados a divisão silábica, ortografia e acentuação de palavras.

É importante saber a forma adequada de pronunciar as palavras para que a comunicação seja eficaz. Na fonologia, o estudo das particularidades da pronúncia de cada falante é levado em consideração, a partir do que se entende por fonema e letra.

Definição de fonema

Fonema é a menor unidade sonora das palavras. Só na língua portuguesa, existem 34 fonemas! Vale notar que os fonemas quase sempre são representados em barras (/).

Vejamos alguns exemplos:

a) lua: /l/u/a/ (3 fonemas)

b) rua: /r/u/a/ (3 fonemas)

c) tóxica: /t/ó/k/s/i/c/a/ (7 fonemas)

d) começo: /k/o/m/e/s/u/ (6 fonemas)

Definição de letra

Letra é a representação gráfica do fonema. O fonema você pode falar e ouvir; a letra, você pode ver. É por meio da letra que registramos por escrito os fonemas. O alfabeto é a representação das letras na língua portuguesa, composto por 26 letras. 

Vejamos os mesmos exemplos citados anteriormente:

a) lua: lu-a (3 letras)

b) rua: ru-a (3 letras)

c) tóxica: tó-xi-ca (6 letras)

d) começo: co-me-ço (6 letras)

Outro ponto importante é a divisão silábica, mas isso é tema de outro artigo. Por agora, basta que você compreenda que os fonemas se dividem em vogais, consoantes e semivogais.

*

Quer aprofundar seus conhecimentos na língua portuguesa? Então, continue seus estudos com a Gramática On-line do Clube do Português.