A imagem mostra um bebê e embaixo está escrito: "golfar, gofar ou gorfar: qual a grafia correta?"

A forma correta é golfar. O verbo indica o ato de expelir líquidos pela boca, que ocorre comumente com bebês após a amamentação. As grafias gofar e gorfar não existem na língua portuguesa.

Com esse sentido, o verbo pode ser transitivo direto ou intransitivo. Vejamos um exemplo de cada caso:

ex1: O bebê golfou após mamar (intransitivo).

ex2: A ferida golfava sangue (transitivo direto).

Vale destacar que, nesse caso, também é possível o uso da grafia golfejar.

Outros significados

Segundo o dicionário Aulete Digital, o verbo golfar pode ser usado com dois outros sentidos:

  • Arremessar em grande quantidade [td. : O vento golfava flocos de neve]
  • Dizer (algo) em altos brados e repetidamente [td. : A multidão golfava palavrões.

Já o dicionário Michaelis On-line traz outras duas definições distintas:

  • Projetar em grande quantidade: A fonte golfava jorros d’água, encharcando a meninada. Labaredas imensas golfavam do teto da casa.
  • Aparecer ou rebentar subitamente; irromper: Deitados na areia da praia, assustaram-se quando as ondas golfaram tão perto.

Conjugação

Para fechar nosso artigo, vamos conferir a conjugação do verbo nas formas nominais e no presente do indicativo.

Formas nominais

  • Gerúndio: golfando;
  • Particípio: golfado;
  • Infinitivo: golfar.

Presente do indicativo

  • eu golfo;
  • tu golfas;
  • ele golfa;
  • nós golfamos;
  • vós golfais;
  • eles golfam;
  • eu golfava.

Se quiser ver a conjugação nos demais tempos e modos, basta acessar o conjugador de verbos.

Gostou do texto? Então, convido você a assistir ao vídeo que fizemos sobre o verbo recrudescer: