A língua portuguesa é o idioma oficial de mais de 250 milhões de pessoas em nove países, estando entre os dez idiomas mais falados do planeta.

Proveniente do latim vulgar, o português é uma língua neolatina, também chamada de língua românica, assim como o espanhol, o francês, o italiano, o romeno, o provençal, o catalão, o franco-provençal, o dálmata, o sardo e o rético.

Latim literário e latim vulgar

O latim literário, utilizado nos escritos com intenções artísticas, foi evoluindo progressivamente a partir do século III a.C. até chegar à alta perfeição da prosa de Cícero e César, no século I a. C.

Como o uso do latim literário era praticado por uma pequena elite, o latim corrente, utilizado pelos mais variados grupos sociais da Itália e das províncias, foi classificado como latim vulgar.

Foi esse latim que os soldados, colonos e funcionários romanos divulgaram nas regiões conquistadas. Então o latim vulgar passou a ser falado não só na Península Itálica, mas também por povos de raças tão diversas, como na Gália, na Hispânia, na Récia e na Dácia.

É devido a essa expansão, sem nenhum controle normativo, que surgem as línguas românicas.

Evolução da língua portuguesa

Em 711, os árabes invadiram a Península Ibérica e, no tempo que ali dominaram, contribuíram fortemente na ciência, na cultura e na língua (principalmente no que diz respeito ao léxico).

Na região que compreendia o Condado da Galiza e a faixa lusitana entre o Douro e o Minho, ficou consolidado o galego-português. Datam do século XIII os primeiros documentos redigidos integralmente nesse idioma, o qual se conservou até meados do século XIV.

As etapas na evolução do latim ao português atual ficaram assim conhecidas:

1. Latim lusitânico: língua falada na Lusitânia, desde a implantação do latim até o século V. Não apresenta texto escrito;

2. Romance lusitânico: língua falada na Lusitânia, do século VI ao século IX. Não apresenta texto escrito;

3. Português proto-histórico: língua falada na Lusitânia, do século IX até fins do século XII, com textos escritos em latim bárbaro (modalidade usada em documentos forenses da Idade Média);

4. Português arcaico: do início do século XIII até a primeira metade do século XVI. Nesse período surge a primeira gramática da língua portuguesa, escrita por Fernão de Oliveira e impressa em 1536, em Lisboa;

5. Português moderno: iniciou-se na segunda metade do século XVI e estende-se até os dias de hoje.

O português no mundo

Com as navegações marítimas dos séculos XV e XVI, os portugueses levaram a língua portuguesa para a África, a América, a Ásia e a Oceânia. Apesar das perdas políticas sofridas, conseguiu consolidar o idioma em vários países.

É o português a língua oficial de nove países hoje:

– Portugal

– Brasil

– Angola

– Cabo Verde

– Guiné-Bissau

– Guiné Equatorial

– Moçambique

– São Tomé e Príncipe

– Timor Leste

Todos esses países lusófonos formam a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), dedicada à concertação político-diplomática entre seus estados membros e a difusão da língua portuguesa.

Além disso, todos eles assinaram, em 12 de outubro de 1990, o Novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa, cujo objetivo é a unificação da ortografia. Sua implantação em cada país foi gradativa, sendo obrigatório no Brasil e em Portugal em janeiro de 2016, enquanto Cabo Verde teve até 2019 para completar a implantação.

*

Quer aprofundar seus conhecimentos na língua portuguesa? Então, continue seus estudos com a Gramática On-line do Clube do Português.