Veja como usar o verbo

Às vezes um erro se repete tanto, que algumas pessoas passam a achar que ele é um acerto. É o caso do verbo implicar. Neste artigo, vamos analisar a regência deste verbo.

Transitivo direto x Transitivo indireto

Ele pode ser transitivo direto ou transitivo indireto. No primeiro caso, ele não exige o uso da preposição e é sinônimo de acarretar. Então, o certo é dizer:”aumento da inflação implica aumento de preços”, e não “implica em aumento de preços”.

Já como transitivo indireto,  o verbo é sinônimo de pirraçar ou perturbar.

ex: A sogra implica com o genro.

Regências do verbo implicar

  • Implicar = acarretar (transitivo direto)

ex¹: Uma política externa expansionista implica mais resistência de outras nações.

ex²: Em cidades sem planejamento, chuvas implicam inundações.

  • Implicar com = perturbar, pirraçar (transitivo indireto)

ex¹: O técnico implicava com o atacante baladeiro.

ex²: O menino implicou com o amigo.

  • Implicar em = essa regência verbal NÃO EXISTE!

*

Inscreva-se para fazer parte do clube de português gratuitamente e receber dicas para te deixar afiado na língua.