Naturalidade e nacionalidade são conceitos distintos, apesar de ambos estarem relacionados de alguma forma ao local de nascimento ou procedência de uma pessoa. Neste artigo, vamos explicar quando usar cada termo. Vejamos!

Quando usar nacionalidade?

Nacionalidade é um substantivo feminino que indica o país de nascimento de uma pessoa. A palavra também representa a condição jurídica do cidadão de um país, por nascimento ou naturalização.

Nesse contexto, vejamos alguns exemplos de uso desse conceito:

  • Jorgete conseguiu a nacionalidade portuguesa.
  • Nos times europeus, há jogadores de várias nacionalidades.
  • Qual a sua nacionalidade? Sou brasileiro.

Quando usar naturalidade?

Naturalidade é um substantivo feminino que indica o local (município, estado, região) de nascimento de determinada pessoa.

Diante do exposto, vejamos alguns casos de uso dessa palavra:

  • Qual a naturalidade deste candidato? Você pode verificar na declaração, por favor?
  • Raimundo é natural de Cabrobó.
  • Quando vamos nos hospedar em um hotel, normalmente temos que informar nossa naturalidade.

País x Cidade

Em geral, quando se pede para informar a naturalidade em algum documento ou formulário, o que se deseja saber é a cidade e o estado de origem da pessoa. Já quando se solicita a nacionalidade, o que se quer é saber o país.

*
Gostou do texto? Então, vale a pena ler também os artigos abaixo: