Pergunta do leitor: Pedro, apresento um programa de TV e no fim das gravações geralmente agradeço os entrevistados dizendo “obrigado fulano, obrigada Beltrana e obrigado a você que nos assiste”. Está certo? Porque com os entrevistados não uso a preposição. Qual a melhor forma de dizer este último obrigado para o telespectador?

Resposta:

Afinal, o correto é obrigado você ou obrigado a você? Para resolver essa questão, é preciso voltar à origem da expressão “obrigado”. Vejamos!

Obrigado a você

Na sua origem, o uso da palavra obrigado como forma de agradecimento tem o sentido de “estou obrigado a retribuir seu favor”.

Nesse sentido, se o objetivo é mostrar gratidão a alguém, o correto é utilizar a preposição.

Ex: Obrigado ao senhor secretário pela entrevista.

Obrigado você

Se você disser obrigado você, o que estará dizendo é que a pessoa é que está obrigada a retribuir seu favor. O sentido aqui seria: “quem está obrigado a fazer alguma coisa não sou eu, é você”.

O uso da expressão sem a preposição é cabível quando você responde alguém. Vejamos no exemplo abaixo:

Entrevistado: Obrigado pelo convite.

Entrevistador: Obrigado eu. (Obrigado estou eu).

Verbo x Interjeição

De acordo com o professor da Universidade de Lisboa, Marcos Neves, o uso da palavra “obrigado” como forma de agradecimento é relativamente recente. Somente no século XIX, é que o termo passou a ser usado com esse significado.

Nesse contexto, surgiu uma divergência entre os gramáticos. Há um grupo que entende que obrigado é o particípio do verbo obrigar. Nesse sentido, como forma nominal do verbo, a palavra permitiria flexão gênero. Essa é a abordagem mais aceita atualmente.

Assim, homens diriam “obrigado” e mulheres “obrigada”.

Em contrapartida, seguindo uma nova perspectiva, há uma parcela dos estudiosos da língua que considera que “obrigado” funcionaria como uma interjeição. Logo, seria um termo invariável. Dessa forma, tanto homens quanto mulheres deveriam utilizar somente a forma masculina “obrigado”.

Gostou do texto? Então, vale a pena conferir o vídeo que fizemos sobre a regra básica para o uso de siglas:

Inscreva-se para fazer parte do clube de português gratuitamente e receber dicas para te deixar afiado na língua (link para um nova página do site) .