Ortoépia e prosódia são assuntos da gramática ligados à fonologia, à ortografia e à acentuação.

Provavelmente você já ouviu alguém falar “morTANdela”, “aDEvogado”, “menDINgo”, “RÚbrica”… Porém, todas essas escritas e pronúncias estão em desacordo com a norma culta da língua portuguesa, que as registra assim: “mortadela”, “advogado”, “mendigo”, “rubrica” (em negrito estão as sílabas tônicas).

Portanto, para todos que desejam falar e escrever corretamente as palavras, o estudo da ortoépia e da prosódia é essencial.

Ortoépia

Ortoépia, também chamada de ortoepia (cuja sílaba tônica é “pi”), trata da correta pronúncia das palavras.

Seu estudo aborda o conhecimento exato dos valores fonéticos dos fonemas, o ritmo, a entoação e expressão próprias da boa elocução. Para desenvolver tais competências, ler em voz alta pode ajudar muito.

Os erros de ortoépia são chamados de cacoépia (ou cacoepia).

Erros comuns de ortoépia:

abóbra em vez de abóbora

adevogado em vez de advogado

bandeija em vez de bandeja

beneficiente em vez de beneficente

calvice em vez de calvície

carangueijo em vez de caranguejo

célebro em vez de cérebro

compania em vez de companhia

estrupo em vez de estupro

freiada em vez de freada

impecilho em vez de empecilho

iorgute em vez de iogurte

imbigo em vez de umbigo

largatixa em vez de lagartixa

mendingo em vez de mendigo

metereologia ou meterologia em vez de meteorologia

peneu em vez de pneu

propiedade em vez de propriedade

própio em vez de próprio

reinvindicar em vez de reivindicar

retrógado em vez de retrógrado

sombrancelha em vez de sobrancelha

Prosódia

Prosódia trata da correta acentuação tônica de uma palavra, ou seja, é saber reconhecer e pronunciar a sílaba tônica das palavras.

Possivelmente você já deve ter observado que nem todas as sílabas de um vocábulo são pronunciadas com a mesma intensidade e clareza. Por exemplo: em casa temos duas sílabas, ca e sa, mas a primeira é sempre pronunciada com mais intensidade que a segunda – CAsa.

Toda vez que uma sílaba se destaca mais que as outras por ser pronunciada com mais esforço e nitidez, ela é chamada de sílaba tônica. Já as demais, por apresentarem um som fraco, são chamadas de átonas e podem estar antes (pretônicas) ou depois (postônicas) da tônica.

Em português, quanto à posição do acento tônico, os vocábulos de duas ou mais sílabas podem ser oxítonos (última sílaba tônica), paroxítonos (penúltima sílaba tônica) ou proparoxítonos (antepenúltima sílaba tônica). Há ainda entre os oxítonos os monossílabos tônicos.

Mas é importante não confundir acento tônico com acento gráfico, pois este último trata dos sinais gráficos de acentuação (o agudo, o circunflexo e o grave).

Erros comuns de prosódia:

Ávaro em vez de aVAro

caTÉter em vez de cateTER

CÔNdor em vez de conDOR

fiLANtropo em vez de filanTROpo

Íbero em vez de iBEro

inteRIM em vez de ÍNterim

gratuÍto em vez de graTUIto

leVEdo em vez de LÊvedo

NÓbel em vez de noBEL

protoTIpo em vez de proTÓtipo

PÚdico em vez de puDIco

RÉcorde em vez de reCORde

RUim em vez de ruIM

RÚbrica em vez de ruBRICA

uRÉter em vez de ureTER

Pronúncias e grafias duplas

Algumas palavras apresentam pronúncias e grafias duplas registradas em dicionários e até no VOLP (Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa).

– acróbata ou acrobata

– aborígine ou aborígene

– abóbada ou abóboda

– ambrósia ou ambrosia

– assoviar ou assobiar

– aterrissar ou aterrizar

– autopsia ou autópsia

– biopsia ou biópsia

– boêmia ou boemia

– infarto, infarte, enfarte ou enfarto

– diabetes ou diabete

– dúplex ou duplex

– elétrodo ou eletrodo

– hieróglifo ou hieroglifo

– homília ou homilia

– Madagáscar ou Madagascar

– Oceânia ou Oceania

– ortoepia ou ortoépia

– percentagem ou porcentagem

– projétil ou projetil

– réptil ou reptil

– sóror ou soror

– xerox ou xérox

– zângão ou zangão

*

Gostou do artigo? Então, vale a pena assistir aos vídeos abaixo, que tratam de pronúncias de palavras:

  1. Como se fala rubrica?

2) Como se fala gratuito?

3) Como se fala ruim?