Afinal, a forma correta é paguei o lojista ou paguei ao lojista? Neste artigo, vamos explicar qual a transitividade deste verbo. Vejamos!

Direto e indireto

O verbo “pagar” é transitivo direto e indireto, ou seja,  ele possui sempre dois complementos (explicitados ou não). Um deles virá acompanhado de preposição (objeto indireto) e outro sem (objeto direto).

O verbo “pagar” possui uma peculiaridade: o objeto indireto será sempre representado pela pessoa (física ou jurídica) e o direto pelo coisa.

Então o correto é: “Paguei ao lojista”.

Veja outro exemplo:

ex: “Paguei o bolo à Maria”.

OBSERVE: Paguei + o bolo (objeto direto) + à Maria (objeto indireto).

Transitividade verbal

Antes de terminar, vale a pena relembrar os tipos de transitividade verbal:

  • Verbos intransitivos – são aqueles que não exigem complemento.

ex: morrer, acordar, nascer, nadar, cair, mergulhar, correr.

  • Verbos transitivos direto – são aqueles que exigem um complemento sem preposição. Eles indicam o quê e quem.

ex: ler, fazer, querer,  quebrar, ter,  causar, comprar.

  • Verbos transitivos indireto – são aqueles que exigem um complemento com preposição. Eles indicam de quê, para quê, de quem, para quem, em quem.

ex: acreditar, obedecer, ir.

  • Verbos transitivos direto e indireto – são aqueles que exigem dois complementos, um sem preposição e outro com preposição.

ex: dar, agradecer, devolver.