O plural das cores sempre gera muitas dúvidas. Isso acontece, porque temos regras específicas que se aplicam a esses casos. Neste artigo, vamos mostrar tudo que você precisa saber para escrever com segurança. Vejamos!

Adjetivo

Quando a cor for representada por um adjetivo, o termo deve ser flexionado de acordo com o substantivo que o acompanha:

  • Naquele jardim, havia muitas folhas verdes.
  • Janaina tinha muitos vestidos pretos no seu armário.
  • Nos países escandinavos, muitas pessoas têm olhos azuis e cabelos loiros.

Substantivo

Quando o termo que dá nome à cor é um substantivo utilizado como adjetivo, a palavra é invariável e não deve ser flexionada para o plural:

  • Naquela casa da esquina, tinham muitas paredes creme.
  • O basquete é um esporte jogado com bolas laranja.
  • Manuela tem muitos vestidos rosa em sua casa, porque essa é sua cor preferida.

Plural das cores compostas

Quando as cores são indicadas por termos compostos, temos duas regras distintas. Vamos conferir cada uma delas!

Adjetivo + Adjetivo

Quando ambos os radicais são adjetivos, apenas o segundo termo deve ir para plural:

  • A jovem de cabelos castanho-escuros se aproximou e me perguntou as horas.
  • No Brasil, temos muitos times alvi-negros, principalmente em São Paulo.
  • Comprei três camisas azul-claras para usar nos dias de folga.

Adjetivo + Substantivo

Quando o último elemento for um substantivo que se refere a um adjetivo anterior, o nome composto da cor é invariável e não deve ser flexionado para o plural:

  • As cortinas da casa eram todas verde-água.
  • Todas as dançarinas usavam vestidos vermelho-sangue.
  • Aqueles carros verde-musgo estão fechando a entrada da rua.

*

Gostou do texto e quer aprofundar seus conhecimentos na língua portuguesa? Então, continue seus estudos com a Gramática On-line do Clube do Português.

*

Vale a pena ainda assistir ao vídeo que fizemos sobre o plural correto de “qualquer”: