Certidões ou certidãos: qual a forma correta? Neste artigo, vamos acabar com essa dúvida e mostrar a origem da palavra.

Plural

Na Língua Portuguesa, há a tendência de fazermos o plural das palavras terminadas em -ão com -ões. Por exemplo, sermão/sermões, sessão/sessões, caminhão/caminhões.

Esse processo é exatamente o que acontece com o plural de certidão, que é certidões.

Cuidado!

Essa regra, porém, deve ser aplicada com atenção. Afinal, há uma série de palavras que, apesar de terminar em -ão, apresentam o plural -ãos, e não -ões. Vejamos:

  • Cidadão/Cidadãos;
  • Mamão/Mamãos;
  • Mão/Mãos.

Um caso interesse é o termo corrimão. Ele aceita dois plurais diferentes: corrimãos e corrimões.

Origem da palavra

A palavra certidão vem do latim certitudinem, que é uma flexão do verbo certitūdō, cujo significado é o ato de certificar ou de conferir certeza a algo.

O dicionário Michaelis traz duas definições para esse substantivo feminino:

  • Documento que tem fé pública, emitido por escrivão ou tabelião, com o qual se certifica algo como verdadeiro; atestado, certificado: “Aquilo era como a certidão de nascimento de uma ação social de grande valor, e ninguém mais do que Paladino deveria ser o pai” (ER).
  • Alicerce aparente de antigas construções: Os garimpeiros encontraram nos arredores do rio uma certidão de habitações rústicas, provavelmente de indígenas.

Gostou do texto? Então, vale a pena conferir o vídeo que fizemos sobre o significado da palavra RECRUDESCER:

Inscreva-se para fazer parte do clube de português gratuitamente e receber dicas para te deixar afiado na língua (link para um nova página do site) .