O predicativo do sujeito é o termo da oração que está no predicado nominal ou verbo-nominal e faz referência ao sujeito, caracterizando-o. Essa caracterização pode expressar estado, qualidade ou uma condição do ser.

Como identificar?

Analisemos a oração a seguir:

– A rua imunda ficou limpíssima.

  • Sujeito: A rua imunda
  • Núcleo do sujeito: rua
  • Verbo de ligação: ficou
  • Predicado nominal: ficou limpíssima.

Perceba que temos uma característica do núcleo do sujeito (rua) dentro do predicado (ficou limpíssima), e ela é o adjetivo “limpíssima”. É justamente essa característica do sujeito que está presente no predicado que recebe o nome de predicativo do sujeito.

Em alguns casos, é possível que o predicativo do sujeito venha preposicionado, ou seja, precedido de preposição:

  • A janela é de vidro.
  • Estou com medo.
  • O filme foi de assustar.
  • A árvore ficou sem frutos.

Quanto à estrutura sintática, o predicativo do sujeito pode aparecer em dois casos:

1. Quando estiver no predicado nominal, irá aparecer com verbo de ligação (VL). Veja:

  • Eles estão felizes. (VL: estão)
  • A convivência tornou-se insuportável. (VL: tornou-se)
  • A decoração da casa ficou impecável. (VL: ficou)

Quando estiver no predicado verbo-nominal, poderá aparecer com verbos transitivos e verbos intransitivos. Exemplos:

a) Verbo Transitivo Direto (abriu):

  • A criança abriu o presente ansiosa.

b) Verbo Transitivo Indireto (assistiram):

  • Os homens assistiram ao jogo nervosos.

c) Verbo Transitivo Direto e Indireto (deu):

  • A mãe deu, muito ansiosa, um presente ao filho.

d) Verbo Intransitivo (chegaram):

  • As notícias chegaram confusas.

Nos casos de predicado verbal, não teremos predicativo algum.

Quanto à classificação morfológica, o predicativo do sujeito pode ser representado pelas seguintes classes gramaticais:

a) Adjetivo (mais comum):

  • Estamos infelizes.
  • Meu amigo nasceu rico.

b) Substantivo:

  • A culpada é Juliana.
  • Ele foi nomeado gerente.

c) Numeral:

  • Somos dez lá no abrigo.
  • Eles são vinte e dois em campo.

d) Pronome:

  • O problema são vocês.
  • Minha casa é aquela.

e) Advérbio (visão minoritária entre os gramáticos):

  • O trabalho é assim, por vezes os empregados ficam mal após uma reunião.

Obs.: Nesse caso, a visão majoritária é de que os advérbios destacados não exercem função sintática de predicativo do sujeito, mas, sim, de adjuntos adverbiais de modo.

Predicativo do sujeito em forma de oração

Em alguns casos, o núcleo do predicativo do sujeito será representado por uma oração. Exemplo:

– O bom é que você treine até o fim.

  • Sujeito: O bom.
  • Verbo de ligação: é.
  • Predicado nominal: é que você treine até o fim.
  • Predicativo do sujeito em forma de oração: que você treine até o fim.

Predicativo do sujeito em orações sem sujeito

De acordo com a tradição gramatical, é possível que haja predicativo do sujeito em orações sem sujeito, por mais estranho que seja.

No entanto, isso só ocorre em orações sem sujeito compostas pelo verbo ser. Exemplo:

– Era primavera. 

  • Sujeito: inexistente.
  • Verbo de ligação: Era.
  • Predicado nominal: Era primavera.
  • Predicativo do sujeito: primavera.

Leia mais: