Se quer ou sequer: qual a maneira certa? As duas expressões existem na língua portuguesa, mas têm significados diferentes. Neste artigo, vamos explicar quando usar cada uma. Vamos lá!

Se quer

Temos aqui o encontro da conjunção se com o verbo quer. A expressão é sinônima de se pretende ou se deseja.

ex1: Se quer ir, vai – disse o pai de Francisco.

ex2: Se quer ter uma aposentadoria tranquila, invista com inteligência desde agora.

Bônus: Conheça todas as funções da palavra se.

Sequer

Esse termo é um advérbio, que significa ao menos, tampouco, pelo menos.

ex1: Não acertei uma questão sequer.

ex2: Joana nem sequer chegou a tentar. Desistiu logo de cara.

Vale lembrar que os advérbios são termos que não apresentam variação de número. Por isso, devem sempre ficar no singular.

Gostou do texto? Então, vale a pena ver o vídeo no qual explicamos a diferença entre QUALQUER e QUAISQUER:

Inscreva-se para fazer parte do clube de português gratuitamente e receber dicas para te deixar afiado na língua (link para um nova página do site) .

Matricule-se agora no nosso curso “Português para produtores de conteúdo” (link para um nova página do site) .