Língua Portuguesa e Literatura

Tag: crase facultativa

Festa à fantasia ou a fantasia – tem crase?

A forma correta é festa à fantasia, com crase. Neste artigo, vamos explicar por que devemos utilizar o acento grave com essa expressão. Vejamos!

Definição – o que é crase?

Antes de avançarmos, vale a pena rememorar o que é a crase. A palavra vem do grego krâsis, que significa “fusão de sons” ou “mistura”.

Ela ocorre quando há o encontro de vogais iguais => a + a = à. Acontece, em geral, em três casos:

a) Encontro da preposição “a” com os artigos definidos “a” ou “as”;
b) Encontro do pronome demonstrativo “a” com a preposição “a”;
c) Encontro dos pronomes demonstrativos aquele, aquela e aquilo com a preposição “a”.

Quando isso acontece, devemos usar o acento grave em cima da letra “a” (à).

Continue reading

Crase: definição, quando usar e quando não usar

Crase: esse é um dos temas que mais geram dúvidas na hora de escrever um texto. Por isso, produzimos um guia completo e descomplicado para resolver de vez todas as dificuldades. Vamos lá!

Significado de crase

A palavra crase vem do grego krâsis, que significa “fusão de sons” ou “mistura”. Portanto, ocorre para fundir as vogais a vogal “a” quando duas se encontram em uma frase.

Quando usar crase?

Ela ocorre quando há o encontro de vogais iguais => a + a = à. Acontece, em geral, em três casos:

  1. a) Encontro da preposição “a” com os artigos definidos “a” ou “as”;
  2. b) Encontro do pronome demonstrativo “a” com a preposição “a”;
  3. c) Encontro dos pronomes demonstrativos aquele, aquela e aquilo com a preposição “a”.

Quando isso ocorre, devemos usar o acento grave em cima da letra “a”. Uma dica importante para saber quando ocorre ou não crase é estudar a regência dos verbos, para saber quais pedem a preposição (ex: No que tange a x No que tange à).

Antes de continuarmos, vale destacar que crase e acento grave são coisas diferentes.

Quando não usar a crase?

1) Antes de verbo

Ex: começou a clarear e eu ainda não tinha pregado os olhos.

2) Lembrando o que é crase e que só é usada quando há o artigo “a”, não deve ser usada antes de palavras masculinas

Ex: caminhava a esmo por todos os cantos da cidade.

OBS: quando a expressão à moda está subentendida, usa-se crase mesmo antes de palavras masculinas.

Ex: ele vestia-se à Luiz XIV. (à moda Luiz XIV).

3) Antes de artigo indefinido (mesmo os femininos)

Ex: a discussão levou a uma briga generalizada.

4) Antes de pronomes de tratamento que tenham VOSSA ou SUA

Ex: dirijo-me a Vossa Excelência para apresentar minha defesa.

OBS: A crase pode ser utilizada antes dos pronomes senhora e dona.

5) Entre palavras repetidas

Ex: cara a cara, frente a frente, ponta a ponta, dia a dia.

6) Antes de pronomes indefinidos e dos demonstrativos “esta” e “essa”

Ex1: não chegamos a nenhuma conclusão depois da reunião.

Ex2: a essa hora, ele já deve estar chegando em Brasília.

7) Antes dos pronomes relativos “quem” e “cujo”

Ex1: Rui era um homem a quem todos respeitavam.

Ex2: esta aula a cuja professora se referiu foi uma das melhores que já assisti.

Uso facultativo da crase

Há três casos em que há crase facultativa.

a) Antes de nomes próprios femininos:

Ex: referia-me à Maria ou Referia-me a Maria.

b) Antes de pronomes possessivos femininos no singular:

Ex: cheguei à sua casa ou Cheguei a sua casa.

c) Depois de até:

Ex: cheguei até à praia ou Cheguei até a praia.

Uso obrigatório da crase

Existem quatro situações nas quais a crase deve aparecer obrigatoriamente quando o verbo pede a preposição a. São eles:

  • Quando houver um artigo seguido de uma palavra feminina;
  • Quando a frase apresentar que expresse modo, lugar ou tempo;
  • Quando “de” for precedido por uma locução prepositiva;
  • Com as locuções “à medida que” e outras locuções com mesmo significado.

Continue reading

Crase: 5 vídeos para acabar de vez com suas dúvidas

vídeos sobre a crase

Acaba com suas dúvidas sobre a crase

A crase é o encontro entre letras iguais.  O uso dela é um dos principais pontos de dúvida na hora de produzir conteúdos. Por isso, reunimos nesse artigo 5 vídeos essenciais para você entender de vez como utilizar esse instrumento. Vamos lá!

PAUSA: Antes de assistir aos vídeos, vale a pena você ler o artigo que fizemos para explicar a diferença entre crase e acento grave. Leia e volte aqui! Você terá um entendimento muito mais completo.

3 casos em que NÃO há crase

Tão importante quanto saber quando utilizar crase é saber quando não a utilizar.

LEIA TAMBÉM: Antes de hora se usa crase?

Crase facultativa: 3 casos

Há casos em que você pode escolher se vai ou não utilizar a crase. Perceba porém que essa decisão deve evitar a ambiguidade ou os ruídos de comunicação.

VEJA MAIS: Como funciona a crase antes de pronomes indefinidos.

Continue reading

De baixo x Debaixo

Debaixo x De baixo

Muita gente se confunde com as expressões de baixo e debaixo. Neste texto, vou falar de algumas estratégias simples para acabar com essa dúvida. Vamos lá!

Debaixo = sob

Sempre que for possível trocar a palavra por sob, deve-se utilizar debaixo.

ex: Ele estava debaixo da mesa.

ex¹: Ele estava sob a mesa.

ex: O gato estava debaixo da cama.

ex²: O gato estava sob a cama.

Continue reading

Censo x Senso

Censo e senso

Censo e senso não são sinônimos

Os parônimos são palavras que têm grafia similar, mas significados distintos. É o caso dos vocábulos censo e senso.

Censo – levantamento estatístico;

Ex: O censo mostra um aumento do número de mulheres chefiando famílias.

Continue reading