Língua Portuguesa e Literatura

Tag: cuja

Cujo: 3 regras para nunca mais errar o uso do pronome

O pronome relativo cujo possui algumas particularidades. Neste artigo, vamos ensinar três regras simples para você nunca mais errar quando tiver de empregar esse termo. Vamos lá!

1) Entre substantivos

O pronome irá sempre aparecer entre dois substantivos. Ele estabelece uma relação de posse entre dois termos.

ex1: Li um livro cujos autores são muito conscientes.

ex2: O carro cujo dono mora naquela casa está fechando a rua.

Continue reading

Pronomes relativos: o que são, quando usá-los e exemplos

pronome-relativo

Pronome relativo é aquele que substitui nomes já mencionados anteriormente na frase. Neste artigo, vamos detalhar quando e como utilizar esse termo. Vejamos!

Classificação

Segundo o gramático Napoleão Mendes de Almeida,  o pronome relativo é a palavra que, vindo numa oração, refere-se a termo de outra.

Ele funciona como um elemento de coesão dentro dos períodos e ajuda a evitar a repetição de palavras. Ele funciona como ligação entre duas sentenças e sempre vão introduz orações subordinadas adjetivas restritivas ou explicativas.

Os principais  pronomes relativos são: cujo, o qual, que, quem, onde e quanto.

Vamos ver quando e como utilizar cada um deles.

1) Que, o qual e variações

Esses termos têm como meta, de acordo com Mendes de Almeida, pôr em relação termos iguais, ou seja, unir um termo antecedente a outro termo consequente. Eles podem se referir a pessoas ou coisas.

ex: O funcionário o qual contratei trabalhou muito bem hoje. (o qual = funcionário)

ex: A casa que comprei é excelente. (que = casa)

ex: As mulheres das quais falei chegaram ontem à noite. (das quais = das mulheres)

ex: Esses são os relatórios nos quais me baseei.  (nos quais = nos relatórios)

Continue reading