Clube do Português

Língua portuguesa para produtores de conteúdo

Tag: gramática (page 1 of 10)

Fórmula CCE: 3 características de um texto irresistível


Neste artigo, você vai conhecer a fórmula CCE. Trata-se de uma estratégia com três elementos para escrever um texto incrível.

Mas o que é isso?

Na minha jornada como revisor e produtor de conteúdo, aprendi que um texto de qualidade tem três características essenciais.

1) Correção

Essa é a base de tudo.

A língua é um sistema de regras que permite que as pessoas se comuniquem.

Se você desrespeita as normas gramaticais, seu leitor terá dificuldade de compreender sua mensagem.

E quem não se entende, não se comunica.

Continue reading

Regra básica para as SIGLAS

Uma dúvida bastante comum para muitas pessoas é como escrever as siglas. Quando escrever tudo em maiúscula? Quando só a primeira é maiúscula? Então, a ideia deste post é apresentar uma regra geral, que o ajudará a resolver a maioria dos casos.

Siglas com até 3 letras

REGRA: Tudo em letra maiúscula.

ex: ONU – Organização das Nações Unidas

Continue reading

Função sintática das orações adjetivas

Entenda a função sintática das orações adjetivas

Função sintática

Pergunta do leitor: Olá! Minha dúvida é a seguinte: Na frase “é o mesmo problema que temos com os outros meios de comunicação”, que função sintática exerce a oração “que temos com os outros meio de comunicação”?

Resposta

Vamos analisar o período com calma.

É o mesmo problema que temos com os outros meios de comunicação.

Primeiramente, vemos que são duas orações:

  1. É o mesmo problema;
  2. que temos com os outros meios de comunicação.

Elas estão conectadas pelo pronome relativo ‘que’.

Descomplicando o pronome relativo

O pronome relativo é um instrumento de coesão textual, que é utilizado para evitar a repetição e palavras. Assim, ele retoma um vocábulo da oração anterior. Ele também introduz uma oração adjetiva restrita (sem vírgula) ou explicativa (com vírgula).

Continue reading

6 dicas sobre a CRASE

CRASE DICAS 6

Um dos temas que mais despertam dúvidas no estudo da língua portuguesa é o uso da crase. Por isso, reuni aqui tudo que você precisa saber para utilizar bem esse sinal.

1) Crase x Acento grave

O primeiro ponto que você precisa saber é que crase e acento grave não são a mesma coisa.

Crase e acento grave são coisas diferentes

2) Crase facultativa

Há casos especiais em que a crase pode ou não ser utilizada.

Continue reading

Sem crase antes de pronome indefinido

crase + indefinido

A crase é, via de regra, o encontro entre o artigo definido ‘a’ e preposição ‘a’.  Dessa forma, antes de pronomes indefinidos (algum, muitos, pouco, pouca, nenhum etc) NÃO há crase.

Ex1: Fui a algum restaurante em São Paulo.

Ex2: Não assisti a nenhuma partida da última rodada do campeonato brasileiro.

Veja mais:

O que é um pronome indefinido?

Inscreva-se para fazer parte do clube de português gratuitamente e receber dicas para te deixar afiado na língua
http://eepurl.com/b5exUr

Matricule-se agora no nosso curso “Português para produtores de conteúdo”  – http://onovomercado.com.br/cursos/portugues 

Ceita x Seita

Cruz e Sombra

Cruz e Sombra

Parônimos são palavras que possuem grafia e sons parecidos, mas significados distintos. É o caso dos vocábulos seita e ceita.

CEITA

Segundo o dicionário Priberam, ceita significava o montante que indivíduos tinham que pagar para não precisar servir na praça de Ceuta.

Continue reading

A camisa é listada ou listrada?

Camisa listrada ou listada?

Camisa listrada ou listada?

Existe no português um fenômeno que se chama formas gráficas variantes, que são grafias diferentes para um mesmo termo. É o caso da dupla de palavras listada e listrada. As duas formas estão corretas, já que lista e listra são vocábulos sinônimos.

Forma mais comum

Atualmente, a forma mais utilizada é listrada ou listrado.

ex: Ele tem uma camisa listrada.

Porém, listada também é aceita.

Continue reading

Fruto x Fruta

Furtas vermelhas

Furtas vermelhas

O professor Sérgio Rodrigues ensina um método super rápido de descobrir se o correto é utilizar fruto ou fruta.

Fruta é o fruto comestível.

Assim, toda fruta é um fruto, mas nem todo fruto é uma fruta. Por exemplo, a mamona é fruto da mamoneira. Afinal, ninguém em sã consciência come mamona. Já abacate é a fruta do abacateiro, pois é comestível.

Fácil, né?

Veja mais (vídeo):

Inscreva-se para fazer parte do clube de português gratuitamente e receber dicas para te deixar afiado na língua
http://eepurl.com/b5exUr

Matricule-se agora no nosso curso “Português para produtores de conteúdo”  – http://onovomercado.com.br/cursos/portugues 

Conheça os benefícios de uma boa revisão de texto –https://clubedoportugues.com.br/revisao-de-texto/

Veja mais no nosso canal do Youtubehttps://goo.gl/VhBR7o

 

 

 

Costumar x Acostumar

Costumar-x-acostumar

Apesar de serem muito parecidas e serem usadas (erroneamente) como sinônimas, as palavras costumar e acostumar possuem significados distintos. Pode-se dizer que elas descrevem partes de um mesmo processo, que é adquirir e conviver com um hábito. Vejamos!

Acostumar

Significa adquirir um hábito.

ex¹: Com o tempo, acostumei-me a caminhar todos os dias.

Perceba que aqui falamos de um processo que foi se consolidando no decorrer do tempo.

ex²: Não me acostumo a esse clima frio.

Observe que a frase fala sobre a recusa de desenvolver um hábito ou gosto.

Continue reading

O que é aposto?

Descrição da imagem: Mulher faz anotações no caderno com uma caneta.

Descrição da imagem: Mulher faz anotações no caderno com uma caneta.

Existe um termo muito importante na língua portuguesa – o aposto. Neste texto, vou conceituar, classificar e dar exemplos de como e quando utilizá-lo. Também irei explicar a diferença entre aposto e vocativo.

Aposto

O aposto é um substantivo que explica, detalha, esclarece ou detalha outro.

ex: Júlio, primo de Maria, passou no vestibular.

Perceba que o termo “primo de Maria” acrescenta uma informação sobre quem é Júlio. Logo, estamos diante de um aposto. 

O aposto pode ser:

Continue reading

« Older posts