Língua Portuguesa e Literatura

Tag: hipertexto

Intertextualidade: conceito, classificações e tipos

Intertextualidade é um conceito que indica a relação entre vários textos. Ela acontece quando um autor usa referências de outras produções textuais. Isso pode ocorrer de forma explícita ou implícita.

Neste artigo, vamos detalhar esse tema e apresentar as categorias e tipos de intertextualidade. Vejamos!

Classificações da intertextualidade

A intertextualidade é dividia em duas categorias: explícita e implícita. Assim, vamos entender melhor as característica de cada um desses grupos.

Intertextualidade explícita

A modalidade explícita é aquela em que fica claro para o leitor a referência que o autor está utilizando em seu texto.

Um exemplo são as citações, que, em geral, são marcadas pelas aspas. Dessa forma, estabelece-se uma relação direta e nítida com o texto-fonte.

As principais característica dessa categoria são:

  • Fácil identificação da intertextualidade por parte do leitor;
  • Não necessidade de conhecimento prévio;
  • Relação direta com o texto original.

Intertextualidade implícita

Em contrapartida, a modalidade implícita é mais sutil. Ela envolve uma referência indireta ao texto-fonte, o que exige do leitor uma bagagem cultural maior para compreender a relação entre os textos.

Um exemplo são as alusões, que aparecem na produção textual de forma apenas sugerida, mas sem explicitação da origem.

As principais característica dessa categoria são:

  • Difícil identificação da intertextualidade por parte do leitor;
  • Necessidade de conhecimento prévio;
  • Relação indireta com o texto original.
Continue reading

Hipertexto – o que é isso?

Hipertexto é uma forma não linear de escrita e leitura, que coloca o leitor como protagonista na construção interativa de textos. Neste artigo, vamos detalhar esse conceito. Vejamos!

Linguística e Tecnologia

Quando o computador ainda era um objeto raro na vida das pessoas, o filósofo e sociólogo americano Theodor H. Nelson criou o conceito de hipertexto, lá na década de 60.

Segundo o pesquisador, hipertexto são “escritas associadas não sequenciais, conexões possíveis de se seguir, oportunidades de leitura em diferentes direções”.

O exemplo mais claro disso são os links e hiperlinks que encontramos nos textos da internet. Eles permitem a criação de uma rede de informações que dá origem a uma experiência de leitura que pode seguir por diferentes caminhos de maneira não hierarquizada.

Nesse contexto, há o empoderamento tanto do leitor quanto do autor e a possibilidade de trabalhar com diferentes níveis de aprofundamento. Você pode, por exemplo, escolher uma leitura rápida e superficial, mas pode também optar por navegar por diferentes fontes para explorar até os mínimos detalhes de determinado tema.

Continue reading