Por Pedro Valadares

Tag: oração adjetiva

Oração subordinada – conceito e exemplos

Oração subordinada é aquela que exerce alguma função sintática em relação a outra oração, denominada oração principal. A subordinada pode vir antes ou após a oração principal, também sendo possível que apareça no meio dela. Exemplos:

a) Antes da oração principal:

Quando os filhos são sinceros, os pais ficam felizes.

b) Após a oração principal:

– Os filhos estavam temerosos de que os pais descobrissem a verdade.

c) No meio da oração principal:

– Os filhos que são sinceros estão tranquilos.

Juntas, oração principal e oração subordinada, formam o que chamamos de período composto por subordinação. Além disso, conforme a função que exercem, as orações subordinadas podem ser substantivas, adjetivas ou adverbiais. Vejamos cada uma.

Continue reading

Função sintática das orações adjetivas

Entenda a função sintática das orações adjetivas

Função sintática

Pergunta do leitor: Olá! Minha dúvida é a seguinte: Na frase “é o mesmo problema que temos com os outros meios de comunicação”, que função sintática exerce a oração “que temos com os outros meio de comunicação”?

Resposta

Vamos analisar o período com calma.

É o mesmo problema que temos com os outros meios de comunicação.

Primeiramente, vemos que são duas orações:

  1. É o mesmo problema;
  2. que temos com os outros meios de comunicação.

Elas estão conectadas pelo pronome relativo ‘que’.

Descomplicando o pronome relativo

O pronome relativo é um instrumento de coesão textual, que é utilizado para evitar a repetição e palavras. Assim, ele retoma um vocábulo da oração anterior. Ele também introduz uma oração adjetiva restrita (sem vírgula) ou explicativa (com vírgula).

Continue reading

Oração subordinada adjetiva restritiva e explicativa – como diferenciar?

Restritiva x Explicativa

Como diferenciar as orações subordinadas adjetivas?

Qual a diferença entre uma oração subordinada adjetiva restritiva e uma explicativa? Essa é uma dúvida comum em muita gente que estuda a língua portuguesa.

Neste artigo, vamos te mostrar as características de cada uma e quando usá-las.

Antes, porém, vamos entender o que são orações subordinadas adjetivas.

Pronome relativo

Esse tipo de oração é caracterizada pela presença de um pronome relativo, que vem sempre após um termo substantivado (na maioria das vezes, um substantivo ou um pronome) e tem a função de retomar um termo anteriormente mencionado.

Exemplos de pronomes relativos: que, o qual, onde, cujo, no qual.

Continue reading

© 2021 Clube do Português

Theme by Anders NorenUp ↑