Língua Portuguesa e Literatura

Tag: ortografia (Page 1 of 3)

Quando usar S, SS, SC, SÇ e Ç?

Uma das maiores dúvidas ortográficas da língua portuguesa é saber quando usar s, ss, sc, sç e ç. Por isso, neste artigo, reunimos todas as regras que você precisa conhecer para escrever com segurança, sem medo de errar. Vejamos!

Ortografia é estudar a forma correta de escrita das palavras de uma língua. Quantas vezes você já não se confundiu na hora de escrever “quiser”, “autossabotagem”, “disciplina”, “deo”, “torção”, entre muitas outras? 

O uso do S 

  • Nos sufixos -oso e -osa, quando formarem adjetivos. Exemplos: teimoso, medrosa, impiedoso, maravilhosa, bondoso;
  • Nos sufixos -esa e -isa, quando formarem palavras femininas. Exemplos: princesa, papisa, duquesa, poetisa, sacerdotisa;
  • Após ditongos. Exemplos: coisa, lousa, causa; 
  • Na conjugação dos verbos “pôr”, “querer” e “usar”. Exemplos: ela s, ele quis, eles usam;
  • Em palavras terminadas em -ase, -ese, -ise, -ose. Exemplos: frase, maionese, crise, esclerose;
  • ​​​​No caso dos sufixos de naturalidade. Exemplos: paranaense, piauiense, amazonense;
  • Em palavras derivadas de verbos terminados em “nder”, “ndir”, “erter” e “ertir”. Exemplos: pretender, pretensão; confundir, confusão; converter, conversão; divertir, diversão.
Continue reading

Como se escreve 18 por extenso?

A forma correta de escrever o número 18 por extenso é dezoito, com “z”. Neste artigo, vamos explicar por que a palavra não é escrita com “s” e faremos uma análise deste termo. Vejamos!

Z ou S

Em geral, quando a letra “s” está no meio de duas vogais, ela tem som de “z”. É por isso que muita gente pensa que a forma correta é “desoito”.

Para desfazer essa confusão, precisamos ir à origem da palavra. Dezoito vem da construção “dez e oito”, ou seja, é o designativo cardinal formado de dez mais oito.

Essa é a razão de o termo ser escrito com “z”, e não com “s”. Vale destacar que essa regra se aplica a outros numerais derivados de “dez”:

  • 16 – dezesseis
  • 17 – dezessete
  • 18 – dezoito
  • 19 – dezenove
Continue reading

Deslizamento x Deslisamento – qual a forma correta?

A forma correta é deslizamento com “z”. A palavra deslisamento, com “s”, não existe e não deve ser utilizada. Neste artigo, vamos falar mais sobre esse termo. Vejamos!

Deslizamento

Deslizamento é um substantivo masculino derivado do verbo deslizar. O termo indica o escorregamento ou o deslocamento de algo:

  • Em época de chuvas, ocorrem muitos deslizamentos de terras.
  • Com o deslizamento da encosta, muitos moradores tiveram que ser retirados de suas casas.
  • Um deslizamento obstruiu a estrada.
Continue reading

Enchente x Enxente – qual a forma correta?

A grafia correta é enchente, com “ch”. A palavra escrita com “x” (enxente) está errada e não deve ser utilizada. Neste artigo, vamos fazer uma análise completa sobre esse termo. Vejamos!

X ou CH?

O termo enchente é formado por derivação sufixal a partir do verbo encher (encher + -ente). Por essa razão, a palavra é escrita com “ch”, e não com “x”.

A fato de o verbo ser escrito com “ch” é uma exceção à regra ortográfica que diz que após a sílaba inicial en- deve vir um “x” (ex: enxada, enxurrada, enxame, enxugar, etc.).

Vale ressaltar que todos os vocábulos derivados de encher devem ser grafados com “ch”:

  • Enchimento;
  • Encheção;
  • Enchido.
Continue reading

Asterisco – quando usar?

O asterisco (*) é um sinal gráfico da língua portuguesa que gera muitas dúvidas sobre seu uso. Afinal, qual é sua função e quando ele deve ser utilizado? Confira abaixo as respostas dessas perguntas.

O que é o asterisco?

A palavra “asterisco” vem do latim “asteriscum”, que significa “estrelinha”. Sim, estrelinha, no diminutivo.

Curiosamente, muita gente utiliza essa expressão para se referir ao sinal sem saber que se trata da etimologia do termo.

Seu formato de estrelinha pode variar entre cinco e seis pontas e, além de ser utilizado no âmbito da língua portuguesa, o asterisco também é um caractere curinga na informática.

Continue reading

Bicho x Bixo – qual a forma correta?

A grafia certa é bicho, com “ch”. A palavra tem uma série de significados. Neste artigo, vamos falar sobre cada um deles. Vejamos!

Significado de bicho

Bicho é um substantivo masculino, derivado do latim bestia, que, segundo o dicionário Aulete, possui os seguintes sentidos:

1. Qualquer animal

2. Designação comum a alguns tipos de insetos, como o cupim, a traça, que se alimentam de objetos de madeira, de papel, de tecidos etc., causando prejuízos

3. Pessoa muito feia

4. Pessoa de difícil trato, grosseira

5. Jogo do bicho: jogar no bicho

6. Piolho

7. Pessoa de muito saber, ou muito hábil, ou de grande valor

8. Pessoa corajosa

9. Câncer

10. Gratificação dada aos jogadores após uma vitória no futebol

11. Estudante novato; CALOURO

12. Forma de tratamento que equivale a ‘ meu chapa’

13. Diabo, Satanás

Continue reading

Alomorfia – conceito e exemplos

Alomorfia é uma variação sofrida por algum morfema de uma palavra a fim de que ela seja melhor pronunciada.

O morfema é estudado pela morfologia, parte da gramática que trata da estrutura das palavras, o processo de formação pelo qual elas passam e as classes gramaticais em que se dividem.

A estrutura das palavras é composta por um radical e outras partes que se ligam a ele. Tanto o radical quanto essas outras partes são chamadas de morfema

O morfema é a menor parte significativa de uma palavra e pode ser dividido em: radical, desinências (nominal e verbal), vogal temática e afixos (prefixos e sufixos). Além disso, também pode decompor-se em fonemas, que são as unidades mínimas que não têm significado gramatical ou semântico.

Continue reading

Encontro consonantal – o que é, como identificar e exemplos

Um encontro consonantal é a sequência de dois ou mais fonemas consonantais numa palavra. Exemplos:

creme (cr)

– regra (gr)

– ritmo ™

tcheco (tch)

psicologia (ps)

Classificação

Podemos classificar os encontros consonantais em perfeitos e imperfeitos.

1) Encontro consonantal perfeito: também chamado de grupo consonantal, é inseparável, pois os fonemas consonantais pertencem a uma mesma sílaba.

Os mais comuns são os que têm como segunda consoante as letras L ou R:

bloco (blo-co), clima (cli-ma), flores (flo-res), glória (gló-ria), duplo (du-plo), atlas (a-tlas)

branco (bran-co), lacrar (la-crar), sofrer (so-frer), grande (gran-de), prato (pra-to), letra (le-tra)

No entanto, há outros encontros perfeitos não muito incidentes nas palavras, mas que também merecem atenção. São eles: gn, mn, pn, ps, pt, tm, cz.

gnomo (gno-mo), mnemônico (mne-mô-ni-co), pneu (pneu), psicótico (psi-có-ti-co), ptialina (pti-a-li-na), czar (czar).

2) Encontro consonantal imperfeito: também chamado de encontro consonantal disjunto, é separável, pois cada fonema consonantal pertence a uma sílaba.

– absoluto (ab-so-lu-to), convião (con-vic-ção), pacto (pac-to), advento (ad-ven-to), nafta (naf-ta), ritmo (rit-mo), apto (ap-to).

Continue reading

Paralisação x Paralização – qual a forma correta?

fila de carros esperando para abastecer

A forma correta é paralisação ou paralização? É com S ou com Z? Neste artigo, acabamos de vez com essa dúvida e explicamos uma regra ortográfica valiosa. Vamos lá!

Entre vogais

Antes de irmos ao cerne da questão, vale a pena dar uma olhada em uma regra interessante da língua portuguesa. Na maioria das vezes, a letra S, quando aparece entre vogais, tem som de Z. Vejamos alguns exemplos: asa, casa, vaso, Marisa, atraso, acaso, etc.

Com S ou com Z?

Agora que você já conhece o macete, fica fácil matar a charada. A forma correta de grafar a palavra é paralisação.

ex: A paralisação dos caminhoneiros gerou escassez de vários produtos.

Perceba que a mesma regra vale para o vocábulo paralisia. Você viu ali o S entre as vogais?

ex: Há uma séria paralisia na política brasileira atualmente.

Gostou da texto? Então, continue seus estudos e assista ao vídeo que fizemos sobre ANÁFORA:

Encaixe x Encaiche – qual a forma correta?

Encaixe ou encaiche: qual a maneira certa de grafar essa palavra? Neste artigo, vamos tirar essa dúvida e explicar quando utilizar o vocábulo. Vamos lá!

Com X ou com CH?

ENCAIXE se escreve com “x”. O substantivo vem do verbo “encaixar”, que tem sua origem no termo “caixa”.

A formação da palavra é feita por meio da derivação regressiva, que ocorre, por exemplo, quando um verbo dá origem a um substantivo.

Ex1: Os encaixes do cinto de segurança do meu carro estão frouxos.
Ex2: Paulo adora brincar de Lego e de outros jogos de encaixe.

Continue reading

« Older posts