Língua Portuguesa e Literatura

Tag: sintaxe

Orações intercaladas – o que é e como identificar?

Orações intercaladas, também chamadas de interferentes, são aquelas que acrescentam um comentário em relação ao que está sendo dito em outra oração e não exercem função sintática no período.

Tais orações aparecem sempre isoladas por vírgula, travessão, parênteses ou colchete e o comentário que realizam costuma ser uma opinião, observação, desejo, desculpa, ressalva ou advertência do emissor.

Exemplo de oração intercalada:

– Tu necessitas (mais uma vez eu digo) de bom-senso.

Perceba que temos duas orações no período acima:

1. Tu necessitas de bom-senso.

2. mais uma vez eu digo.

A primeira é a que contém a mensagem principal que se quer passar; a segunda, no entanto, foi incorporada à primeira com os parênteses para acrescentar um comentário.

Portanto, chamamos a segunda de oração intercalada, e por não haver conectivo para ligá-la à primeira, foi incorporada a ela por justaposição. Dessa forma, podemos dizer que as orações intercaladas são um tipo de oração justaposta.

Continue reading

Sintaxe – definição e campos de estudo

Sintaxe é a parte da gramática que estuda as relações existentes entre as palavras na oração e as ordens de construção dos períodos simples e compostos.

O que é frase, oração e período?

Quando falamos de sintaxe, é necessário, primeiramente, estabelecer a diferença entre frase, oração e período.

1. Frase: é todo enunciado que estabelece comunicação. Pode se dividir em:

a) Frase nominal: não apresenta verbo.

– Cuidado!

– Bom dia!

b) Frase verbal: apresenta verbo ou locução verbal.

– Reduza a velocidade.

– Aonde você pretende chegar?

2. Oração: é o enunciado que apresenta verbo ou locução verbal, ou seja, é uma frase verbal.

– Este professor é incrível!

Será que ela gosta de mim?

3. Período: é o enunciado que apresenta uma ou mais orações. Começa com letra maiúscula e termina com ponto, ponto de interrogação, ponto de exclamação ou reticências. Pode se dividir em:

a) Período simples: apresenta uma oração.

Quero muito este carro!

Espero reconhecimento pelo trabalho.

b) Período composto: apresenta duas ou mais orações.

– As alunas garantem que chegarão a tempo.

– Eu quero, eu posso, eu consigo!

Continue reading

Sujeito SEMPRE sem preposição

Muitas vezes,  é complicado acertar a concordância em frases com sujeitos que possuem adjuntos adnominais longos.

Ex.: A falta crônica de água de esgoto e de escola nas periferias são um problema para a humanidade.

Para evitar esse equívoco, basta se lembrar que sujeito nunca vem acompanhado de preposição. NUNCA!

Como acertar a concordância?

Para acertar a conjugação, vamos identificar as preposições. Vejamos:

Ex²: A falta crônica de água de esgoto e de escola nas periferias é um problema para a humanidade.

Perceba que o único termo não preposicionado é “falta”, logo estamos diante de um sujeito simples. Então a conjugação correta do verbo ser é:

ex³: A falta crônica de água de esgoto e de escola nas periferias é um problema para a humanidade.

Preposição “de”

Outro erro comum que envolve sujeito preposicionado é a equivocada contração da preposição “de” com o artigo definido masculino “o” que compõem o sujeito de uma oração. Vejamos um exemplo:

  • Já é hora dos deputados votarem o projeto. (errado)
  • Já é hora de os deputados votarem o projeto. (certo)

Existe algum caso de sujeito preposicionado?

Para terminar, vale ressaltar que alguns gramáticos mais antigos, como Rebelo Gonçalves e de Eduardo Carlos Pereira, consideravam legítima a contração da preposição com o artigo que inicia o sujeito de uma oração.

Em outras palavras, esses estudiosos chancelavam um caso de sujeito preposicionado.

ex: Amanhã é dia dele ir à academia.

Destaca-se, contudo, que atualmente esse tipo de construção é vista pela maioria dos gramáticos como uma infração da norma culta. Por isso, deve ser evitada.

ex: Amanhã é dia de ele ir à academia.

*

Gostou do texto e quer aprofundar seus conhecimentos na língua portuguesa? Então, continue seus estudos com a Gramática On-line do Clube do Português.