Língua Portuguesa e Literatura

Tag: substantivos compostos

Qual o plural de cachorro-quente?

Qual o plural de cachorro-quente

O plural de cachorro-quente é cachorros-quentes. Neste artigo, vamos explicar qual regra se aplica a este caso. Vejamos!

Plural dos substantivos compostos

Quando os termos compostos são formados pela união de um substantivo com um adjetivo, ambos os termos devem ir para o plural. É exatamente o caso de cachorro-quente (substantivo “cachorro” + adjetivo “quente”). Vejamos outros vocábulos que seguem essa mesma regra:

  • Cachorro-quente – Cachorros-quentes;
  • Guarda-noturno – Guardas-noturnos;
  • Gentil-homem – Gentis-homens;
  • Cavalo-marinho – Cavalos-marinhos.
Continue reading

Hífen com “para” – quando usar?

As palavras composta formadas com “para” podem ou não ter hífen. Isso vai depender se o termo é um verbo ou um prefixo. Neste artigo, vamos mostrar quais regras se aplicam a cada caso. Vejamos!

Verbo

Quando o termo “para” for um verbo combinado com um substantivo, devemos utilizar o hífen.

Ex: para-raio, para-choque, para-lama.

Neste caso, temos um processo de formação de palavras chamado de composição por justaposição, que é quando os termos são colocados lado a lado, isto é, são justapostos. Nesse processo, os radicais das palavras não sofrem alteração e mantêm sua grafia original.

Há, contudo, uma importante exceção a essa regra, que é a palavra paraquedas. Segundo o Acordo Ortográfico, o vocábulo deverá ser escrito sem hífen, porque se perdeu a noção de formação por composição deste termo.

Para complementar, destacamos que, no plural dos substantivos compostos formados por verbo, apenas o segundo termo deve ser flexionado:

  • Para-raio > Para-raios
  • Para-choque > Para-choques
  • Para-lama > Para-lamas
Continue reading

Diretor-geral ou Diretor geral – tem hífen?

A forma correta é diretor-geral, com hífen. Neste artigo, vamos explicar o porquê da palavra ser escrita dessa maneira. Vejamos!

Hífen

Na língua portuguesa, segundo as regras do Acordo Ortográfico, todas as palavras compostas formadas com o adjetivo geral devem ser escritas com hífen.

ex: diretor-geral, gerente-geral, relator-geral, ouvidor-geral, procurador-geral, secretário-geral, etc.

Vale acrescentar que o termo em análise é formado por justaposição. Isso significa que, no processo de combinação, os radicais das palavras não sofrem alteração e mantêm sua ortografia original.

Continue reading