Quando usar letra maiúscula e minúscula nos títulos? Neste artigo, vamos mostrar que há três formas de fazer isso. Vejamos!

Facultativo

De acordo com o Acordo Ortográfico, os bibliônimos, ou seja, os títulos podem ser escritos de três formas distintas:

1) Somente a primeira letra da primeira palavra em maiúscula:

  • A pedra do reino — Ariano Suassuna;
  • Diário de um mago — Paulo Coelho;
  • Dona Flor e seus dois maridos — Jorge Amado.

2) Todas as letras iniciais das palavras em maiúscula:

  • A Pedra do Reino — Ariano Suassuna;
  • Diário de Um Mago — Paulo Coelho;
  • Dona Flor e Seus Dois Maridos — Jorge Amado.

3) Todas as palavras inteiramente em maiúsculas:

  • A PEDR DO REINO — Ariano Suassuna;
  • DIÁRIO DE UM MAGO — Paulo Coelho;
  • DONA FLOR E SEUS DOIS MARIDOS — Jorge Amado.

Conectivos

A Reforma Ortográfica não menciona nenhuma regra para os conectivos. Contudo, a praxe é que eles sejam sempre escritos em letra minúscula — à exceção, é claro, da situação em que todas as palavras do títulos forem grafadas totalmente em maiúscula:

  • A Pedra do Reino — Ariano Suassuna;
  • Diário de Um Mago — Paulo Coelho;
  • Dona Flor e Seus Dois Maridos — Jorge Amado.

Nomes próprios

Para finalizar, vale destacar que os nomes próprios nos títulos devem sempre ser grafados com inicial maiúscula, independentemente da regra a ser adotada:

  • Memórias póstumas de Brás Cubas;
  • Memórias Póstuma de Brás Cubas;
  • MEMÓRIAS PÓSTUMAS DE BRÁS CUBAS.

Gostou do artigo, então vale a pena conferir a aula que fizemos com 20 dicas para escrever bem:

*

Gostou do artigo? Então, continue seus estudos com o nosso Guia da Redação.